Boa viagem, Guerreiro.

MyBelovedFriendCD

Por Prem Milan

Dia 27 de janeiro de 2015. Saio da sessão de compaixão, a de encerramento do Processo Pai & Mãe, vou jantar e me chega a notícia: Anand Vereesh tinha deixado o corpo. Achei uma coincidência.

Vereesh é uma figura muito incrível. O conheci em 2001, e de cara não fui muito com a lata dele. Só depois, durante a convivência, que ele foi me cativando muito pela sua coragem, pela sua ousadia, pelo amor que tinha por aquilo que fazia.

Sim, ele tinha um amor muito profundo por aquilo que fazia. Vivemos alguns anos muito próximos eu e ele, e essa convivência foi de incrível profundidade. Atribuo a ele, o fato de termos conseguido concretizar a nossa comunidade. Mesmo que as coisas não sejam perfeitas, sua energia de realizador, de buscador, foi fundamental para a criação da Osho Rachana. Bem como a participação da Humaniversity nisso. Somos eternamente gratos por isso.

Mesmo que mais tarde viéssemos a divergir, isso nunca anulou em nada o valor da nossa relação. É um homem de história excepcional. Que saiu lá da lama para ser alçado às alturas. Isto tem um valor muito grande.

Ele ajudou muitas pessoas nesta vida. Incontáveis. Gente que graças ao seu apoio, aos seus feedbacks afiados conseguiram fazer voltas na vida. Para mim, pessoalmente, foi uma pessoa bastante importante. Eu tive com Vereesh a validação que não tive de meu pai, e isto me tocou fundo no coração. Talvez, além das mulheres que passaram pela minha vida, a convivência com ele tenha sido uma das maiores entregas que eu tive. Realmente me entreguei muito aos seus conceitos, a sua atitude e aceitei sua condução em muitas coisas da minha vida. Com ele aprendi a ter foco, a realizar e a concretizar. Mesmo que ao julgamento do EGO essas coisas fossem coisas absurdas. Pois é simplesmente isso: um julgamento do EGO! O EGO é uma punheta só.

Eu sou muito grato porque desenvolvi muito do meu potencial por sua causa. Você é um professor excelente! Tão excelente que teve um aluno à altura. Também fui um aluno excelente e por isso, aprendi contigo a não aceitar certas coisas, a não fazer certas concessões. E isso até fez com que tivéssemos divergências, que nos afastassemos anos depois. Mas só fisicamente. No coração, sempre fui grato à interação que tivemos. Agora é tarde para discutirmos as razões pelas quais nos afastamos… Ficam apenas as lições para quem quiser.

Vereesh, pode ir tranquilo porque aqui em Porto Alegre, no Brasil, tem um grupo com cerca de 35 pessoas que tiveram uma entrega bela e profunda ao teu ser. Saiba que você não nos frustrou. Pelo contrário, você nos inspirou muito, mesmo depois de termos seguido por caminhos diferentes, sua garra continuou nos inspirando. Aqui, o que vale é o nosso amor.

Você foi fundamental para o crescimento do Namastê e para a Comunidade Osho Rachana.

Nós queremos agradecer muito o teu carinho, a tua disposição, a tua juventude. Sei que teus últimos anos foram mais difíceis. Gostaríamos de ter estado junto contigo na hora de sua morte, simplesmente para agradecer a tua presença. Mas acho que agora a existência cumpre essa função.

Portanto, agradecemos à tua obra grandiosa, e saiba que, do fundo do coração, aqui no Sul do Brasil, tem uma galera que te amou muito e te respeita muito. Boa viagem guerreiro.

2 comentários sobre “Boa viagem, Guerreiro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s