Entrega: um exame de consciência

IMG_2468_menor

Por Prem Milan

Esta palavra me lembra muito os tempos da minha infância religiosa. Acho muito interessante. Aliás, até queria falar mais sobre religião.

Fico chocado em ver como as pessoas entram no papo furado desse Papa Francisco. O cara é um personagem programado. É planejado para se fazer de humilde, para fazer de conta que a igreja está se revisando, e até se diz favorável aos gays e lésbicas. Eles, que criaram a maior discriminação, esses pedófilos, agora querem pagar de  liberais. É uma hipocrisia tão grande. Também me choca o fato de o Papa passar a ser legal porque é a favor dos gays. Quer dizer, Hitler, poderia ser legal se fosse a favor dos gays. Gengis Khan também.

“Ele que aproximou os EUA de Cuba”! Qua qua qua!! Vou tomar aveia Quaker o resto da vida agora! Não… Não, vou dar esse atestado de pato. Acordem gente! Não dá para acreditar em tudo isso.

Eu posso acreditar na Igreja Católica assim: primeiro, doem todas as igrejas do planeta para eventos culturais. Que cada prédio levantando em nome da igreja não seja mais propriedade particular, e sim pública. Acabem com o banco do Vaticano e sua lavagem de dinheiro. Acabem com a luxúria. Daí posso acreditar… E veja, eu não sou contra a riqueza. Mas os padres que dizem ter o voto de pobreza são os maiores ostentadores. Eu não tenho o voto de pobreza, nem da castidade. Mas não sou pedófilo, muito menos morto de fome por dinheiro como eles. Aí sim, eu acredito. Qualquer coisa antes disso faz de você um trouxa.

“BUT”, eu vou falar sobre entrega…

Eu estava (para variar) na Comunidade Osho Rachana durante o feriado de carnaval, no nosso chamado CarnaWOW. Esse povo me surpreende… Sexta-feira era para ter uma rodinha de samba. Tudo meio improvisado e despretensioso. Eu estava com as mãos enfaixadas, fazendo fisioterapia para me recuperar…  Mas minha casa fica bem ao lado do local onde estava a roda. Porra, os caras ficaram às 4 e pouco da manhã cantando numa roda!!

Veja bem, eles não estavam ouvindo os outros cantarem… Eles estavam cantando. Não estavam bêbados, nem de porre. E depois da roda de samba, tinha muita gente fazendo amor.

No dia seguinte, às 9h, começou a meditação com 48 pessoas. Depois, sessão de Bioenergética. De tarde, oficina de máscaras. À noite, baile de máscaras. Impressionante as máscaras que fizeram. Que beleza! Cada um criou sua máscara, ninguém comprou. Você podia ver no rosto das pessoas o orgulho ao usarem aquilo. A festa de novo entrou  madrugada adentro. Daí eu pensei, “duas noites seguidas, agora eles vão baixar a bola”.

Bom, no dia seguinte, meditação AUM. Aí o bicho pegou forte. Trocas profundas, amizade, desafios… À tarde, cada um foi criar sua fantasia; depois, jogo de futebol, vôlei, nadar no lago… À noite, adivinha? Festa! Altas fantasia que cada um produziu para si. Porra, de novo madrugada adentro. Gente, de onde vem tanta energia?! E digo mais uma vez: Ninguém de porre, nada de drogas. Pura energia. Ahh… Lembrando que, de novo, era muito sexo. Claro que você lê isso e na tua cabeça deve vir só pornografia… Não, companheiro! Pessoas que se curtem de um jeito mais natural. Não é o lixo que está dentro da tua cabeça.

Segunda-feira eu pensei: “agora sim vai cair a peteca”. Que nada! Houve espaço e disposição para compartilhar as emoções. Partimos para a divisão dos dois grupos para fazer a escola de samba. Gente, à 1h foram divididos os grupos. Às 23h se apresentaram duas escolas de samba, com bateria, carros alegóricos feitos com carro de boi, passistas, porta-bandeira, alas… Tudo o que você imaginar. Gente, uma coisa incrível e de uma beleza sem explicação.

E olhem, homens, vocês são muito trouxas. Eu nunca vi tanta mulher bonita por metro quadrado, como disse uma amiga. A isso eu acrescento: com conteúdo, maduras, jovens, fortes e se bancando. Não aqueles chaveirinhos de homem. Mulher pra casar e ficar pilotando fogão? Não… Essas são vinho de outra pipa. Não são aquelas coitadinhas regredidas buscando pai nos homens para serem protegidas. Algo incrível.

No dia seguinte, todo mundo “de boa” e feliz. Sauna, futebol e alegria. Cara, eu vivo mesmo no paraíso. E te digo uma coisa: você não fez nenhuma falta. Nós não sentimos falta de ninguém. Estava tudo lindo e maravilhoso. Agora, essa criação, essa entrega, esse amor e essa alegria faz falta, SIM, na tua vida! Pode me chamar de arrogante, do que você quiser, mas isso é verdade.

Parece que a gente escreve porque quer as pessoas venham pra cá. Não… Tem gente mais do que o suficiente. Mas todo amor e toda entrega devem ser partilhados, e eu estou partilhando com vocês o choque feliz que eu tive. Comece a partilhar essas coisas alternativas também. Saia desta rotina monotônica, saia da sua mesmice.

Vou encerrar com o samba-enredo vencedor. Foi construído entre às 13h e 23h. Aqui vai, para você, um pouquinho do meu paraíso. E a todo o pessoal da Osho Rachana e do Namastê, eu digo: “thank you for being in my life”:

——————–

Comunidade Independente da Abelha Rainha

Operárias presas à rotina

Passam o dia na eterna agonia

Perdidos no ferrão da ilusão

Confundindo isso tudo com tesão

A rainha no seu trono solitário

Controla o voo e suga a força dos otários

Pensa que sexo é banal

Esconde o favo dessa geleia real

Chegou o dia, ô

Deu a louca na colmeia

Está na hora então

Também quero provar dessa geleia

E poliniza, contagia, compartilha

É libido, alegria e alto astral

Experimenta essa movimento

Transformando a vida aqui no carnaWOW

Zum, zum zum zum zum à

Desse mel hoje eu vou me lambuzar, o zum zumá

Zum, zum zum zum zum à

Desse mel hoje eu vou me lambuzar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s