Ejaculação precoce: sintoma moderno de castração

PEMen

Por Prem Jwala

Quando decidi escrever sobre o tema, fui pesquisar no Google para obter mais informações. Depois de ver várias propagandas, vi um título de matéria que me deixou chocado: “um em cada três homens sofre de ejaculação precoce”! Você tem ideia do que isso significa? Um terço dos homens não consegue atingir nem o básico do prazer sexual! Que dizer de suas parceiras, então… E não é só isso. A quantidade de homens que tomam antidepressivos e ansiolíticos na tentativa de tratar o problema é cada vez maior. Além de não conseguirem resolver o problema assim, esses remédios acarretam diversos efeitos colaterais.

O que vejo de mais grave nisso tudo é que estamos perdendo a capacidade de exercer uma função vital, básica da naturalidade de qualquer ser humano. O ato sexual é a forma adulta de trocar amor, uma das maiores fontes de prazer da nossa existência. E químicas, fórmulas e remédios simplesmente não resolvem o problema. Ele é puramente emocional, causado pelo modo de vida que levamos. Estamos cada vez mais desconectados do nosso corpo, vivendo só com a cabeça, sem ligação com os sentimentos e as sensações corporais naturais. Estamos cada vez mais reprimidos, isolados e egoístas e isso tudo enrijece o nosso corpo, tira a nossa capacidade de sentir e acumular energia.

O homem ejacula porque não aguenta mais a energia da vida e o prazer do sexo porque, à medida que o ato sexual vai se desenvolvendo, a energia vai aumentando, o cara começa a sair dos limites da cabeça, começa a perder o controle. Essa energia sobe pro coração e ele passa a fazer declarações de amor. O homem começa a se sentir na mão da mulher. E sim, isso dá medo porque a primeira mulher a quem os homens se entregam é a sua mãe. E por mais que ele não note ao longo da vida, nessa relação entre mãe e filho ele viveu rejeições, manipulações e frustrações do seu amor. O homem, então, ejacula porque não aguenta mais essa energia. Ela mexe com o coração, com o emocional dele. E para o ‘universo masculino’ isso é perigoso.

Quanto mais tempo durar o ato sexual, mais energia é acumulada, mais emoções vem à tona, mais profunda é a conexão com a parceira, maior será o êxtase, maior será a entrega, maior será o preenchimento.

Por isso os homens não conseguem alcançar a plenitude sexual, o que os levam à necessidade de inflar seus egos, ter músculos maiores, carros mais caros , mais grana e mais consumo. Tudo isso pra esconder o profundo vazio que é não ter realização sexual. A coisa é tão grave que as farmácias já anunciam nas fachadas produtos como viagra e ciális. A procura é grande principalmente entre os jovens. Eles sentem medo de não conseguir, de perderem a ereção, de “fracassar” perante a mulher.

Mas a questão não é só a duração sexual. É necessário que haja uma abertura de coração também. Muitos homens prolongam o sexo por um bom tempo e desenvolvem técnicas de controle da ejaculação, mas não sentem absolutamente nada, viram máquinas, vão no automático. Aí se sentem bem porque a mulher está tendo prazer. E este acaba sendo o prazer do ego do homem: dar prazer à mulher. Aí ele se acha “o cara”. Isso dá poder, mas é puro controle, pura contenção, pura tensão. O homem, neste caso, não sente prazer real. Com isso, o cara vai ficando cada vez mais fechado e mecânico, não há um derretimento, não há encontro, não preenche.

A humanidade está doente. Sexualmente doente também. E isso é sério. Se não dermos um passo em direção ao resgate da nossa capacidade sexual, da nossa abertura para os sentimentos, da nossa conexão com o corpo e nossa naturalidade, vamos continuar caminhando a passos largos na direção, da depressão, da obesidade, do câncer, do aquecimento global, da destruição da natureza. Você pode pensar que isso nada tem a ver com sexualidade. Mas tem. Tem tudo a ver! Pessoas sexualmente satisfeitas não destroem a natureza, não fazem guerras, não exploram outros serem humanos, não viram consumistas incorrigíveis, que dão mais valor às posses do que ao amor, não ficam deprimidas, ansiosas, bipolares, com déficit de atenção e tudo o mais que a vida “moderna” nos oferece.

Por isso, é extremamente importante, especialmente para os homens, se mexerem. Estamos muito frustrados e morrendo de medo de ir mais fundo no nosso emocional. Na verdade, ficamos super acomodados com as mulheres porque a maioria não se banca, é carente e aceita um homem mais ou menos, que descarrega sua raiva no sexo, que ejacule logo e as deixe a ver navios. Eles, quando são dispensados, viram verdadeiros bebês, chorando porque perderam a “mamãe”.

Estamos vivendo uma época de crise profunda da masculinidade. Rejeitamos o modelo antigo de machão rígido, e, para não sentir raiva ou sensação de poder, viramos uns bocós. Por outro lado, muitos são super fechados, que só usam as mulheres, mas não tem o menor contato com o coração. Aquele que Fica com todas mas não ama nenhuma. E tem mulheres que adoram esses tipos.

A causa da ejaculação precoce é somente essa, não tem nada de fisiológico ou genético. É nossa castração psicológica, praticada principalmente por nossas mães na infância, que nos impedem de sermos homens, com potência sexual e energia masculina. Ou então vivemos nos vingando das mulheres por causa da raiva inconsciente que sentimos por nossas mães.

Se você conseguir enxergar que é uma coisa emocional, pode fazer algo a respeito. Está em suas mãos, então mexa-se!!!

4 comentários sobre “Ejaculação precoce: sintoma moderno de castração

  1. Q texto mais absurdo! tem algumas coerências, mas dai viaja na batatinha, fala mal de mulher, das mães, eu podia ter escrito melhor e olha q escrever nao é meu forte. essa pessoa teve problemas com a mãe dele. Concordo q nos estamos desconectados emocionalmente.

    • Eu concordo contigo, se fosse pelo perigo que o homem sente ao se relacionar com uma mulher em função de sua mãe, e então ter ejaculação precoce, um homem gay não teria esse problema?! Concordo que o sexo está sendo desviado do que devia ser, mas não concordo com partes do texto.
      Porém gosto do material do site 🙂

  2. Não vejo que o texto fale mal das mulheres. Em nenhum momento está sendo dito que a culpa da ejaculação precoce dos homens é das mulheres.Mas é preciso olhar mais profundamente os medos que os homens tem em relação às mulheres. Eu como mulher sinto isso.Vejo o quanto é importante os homens lidarem com estas questoes que na real passam batidas, questoes emocionais profundas.Nós mulheres também no momento que aceitamos uma transa que tenha duração máxima de 15 minutos sabendo que nosso corpo tem uma capacidade muito maior de ter prazer, acabamos nos subtendo e pior achando que isso é normal.Faz uma pesquisa ai com a maioria dos teus amigos e amigas.Pergunta qual é o tempo de duração da transa? A resposta que eu tenho escutado é:DURAÇÃO NORMAL.Ou seja 15 minutos no máximo. A humanidade inteira precisa abrir os olhos e querer enxergar essas questoes e para isso mexer mais fundo na relação entre homens e mulheres.E qual foi nossa primeira referencia de homem e mulher?Olha para os teus pais e diz qual grau de satisfação sexual eles tiveram na vida?É isso que tu quer para a tua?

  3. Ejaculação precoce se cura com castração, passar a faca nas bola e esta resolvido o problema, termina a ejaculação precoce e aumenta a vida do homem em mais vinte anos além do desmedido prazer, felicidade e alegria que causa ao homem;

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s