O tempo do whatsapp é inversamente proporcional ao tempo do amor.

whatsapp_issue

Por Prem Milan

É triste que tenha que fazer essa colocação, mas essa é uma verdade. É absurdo o tempo que as pessoas ficam no whatsapp e facebook! Se medirmos, é dez vezes mais que o tempo dedicado ao amor. E se eu for falar em sexo então… Você está 20x mais no whatsapp do que transando. Isso é fato. E além de um fato, é doentio. Me desculpe, novamente isso é doentio. Quando mais tempo você está no whatsapp e no facebook, mais carente você é. Você está dando um atestado de carência. De uma pessoa que esta em falta com as coisas humanas, você não é evoluído não. Você virou uma máquina. O facebook e o whatsapp tem a capacidade de te distrair dos teus reais problemas e lutar por suprir as tuas necessidades básicas. Você está com falta de sexo, o whatsapp te alivia. As tuas amizades, o teu contato com amigos, é cada vez menor.

Não vem me dizer que existe amizade de whatsapp e facebook. É uma grande mentira. Só ver os papos, é tudo falso, tudo abobrinha. Nós usamos whatsapp e facebook para te provocar, para sair dessa loucura, para te informar. Porque simplesmente você não lê um jornal, você não lê um folder, você só fica nessas bobagens que estão ali. Não precisamos entrar nessas bobagens para trazer algum conteúdo humano, amoroso. Os pais simplesmente se livram dos filhos deixando nos ipods, iphones e na puta que pariu. É vergonhoso. Tão criando gerações de débeis mentais, incapazes de usar o corpo, o sentimento. É uma doença contagiosa, isso é doença. Eu não quero voltar à idade da pedra, mas não quero perder minha condição humana. Os escritores Aldous Huxley, em seu Admirável Mundo Novo, e George Orwell, em 1984, não conseguiram prever essa loucura de facebook e whatsapp. Eles apenas apontaram o caminho. Anunciação trágica desses caminhos na humanidade.

Provavelmente você nem saiba quem são esses caras, de tão vazia que essas máquinas tornaram sua vida. Mas o sistema ataca em todas pontas. Hoje, 95% dos livros que estão nas livrarias são lixo, mas põe lixo mesmo. Comparar um Ernest Hemingway, um Gabriel Garcia Marques, um Antônio Calado, um Erico Verissimo, uma Simone de Beauvoir, um Jean-Paul Sartre, um Emile Zola, com essa chinelagem que esta por aí, qua qua qua. Mas eu não quero falar sobre livro. Eu quero falar sobre essa doença. Será que você se dá conta? Ela está preenchendo um buraco da sua vida, está te distraindo, não tá resolvendo. Facebook e whatsapp viraram remédios psiquiátricos, para te anestesiar perante a vida, para ti ser um maravilhoso consumidor.

Eu acho fantástico encontrar uma pessoa que está distante. Acho incrível você procurar coisas na internet. Mas juntos com isso virou um abuso. É pior que um abuso sexual que invadiu as mentes e corações das pessoas. E todo mundo nega que fica tanto tempo. Isso ai atingiu em cheio as camadas pobres. Eu fico chocado que 6h50, todos sentados nos ônibus com os seus Iphones, ‘iquefodes’. Não sei se estão teclando ou fazendo o quê. Nos intervalos tomam o café rapidinho para pegar aquela porcaria. Sete ou oito pessoas em vez de estarem conversando, estão cada um com sua telinha de merda. Assim como Einstein ficou muito arrependido quando a teoria da relatividade pode gerar uma bomba atômica, aquele guri de merda que fez o facebook está cheio de dinheiro, até filme em sua homenagem foi feita. Nunca ninguém fez um filme sobre Einstein que tinha alguma consciência. Todos eles são parte dessa engrenagem horrorosa que está triturando o coração dos seres humanos.

Eu fiquei muito indignado quando fui tomar café da manhã e a cozinheira da comunidade falou: – Oi, Kranti, então ontem a 1h da manha você estava online. Então, eu olhei, como ela sabe, ela também estava online. E eu brinquei, em vez de transar com teu marido, tu estava online. Tu estava tapando os teus buracos com isso. E deve ter muito mais conexões nessa porcaria. Criar desejos de consumos de coisas inúteis, por exemplo. Aliás uma consultora de marketing que fazia pesquisa para a coca cola, fez um trabalho para o Namastê. E ela de coração quis ajudar. Ela fez uma pesquisa do que deveria ser dito, como mudar a nossa imagem, do que seria mais eficiente. Eu disse que entendia do que ela falava, mas a coca cola trabalha para enganar as pessoas, para elas tomarem um líquido escroto e vocês tem que mentir que isso faz bem. Trabalham para te fazer acreditar que consumindo uma porcaria, tu ta tomando felicidade. Eu trabalho com consciência, eu não posso enganar. Eu não posso adorar pílula. Eu trabalho com humanidade, não com enganar seres humanos, criar ilusão, e ela disse, tu é muito radical.

Eu sou muito radical. Aliás radical vem do prefixo grego, rad que significa raízes, eu sou uma pessoa radical que vai para as raízes radicais, que vai para a raiz da questão. Sim, eu sou muito radical, na defesa do amor, da minha sexualidade, da minha alegria, do meu prazer, da minha humanidade. Não faço concessões. A Europa fez concessões a Hitler enquanto ele invadia a Polônia. Só se deram conta quando virou para o rabo deles, ajudaram a criar aquele maníaco. O que fazer eu não sei, as vezes eu penso em criar um movimento para sabotar o whatsapp e o facebook, criar um luta para parar com essa loucura.

O sistema não deixa muito furo. Nossa única saída é voltar a amar. Você viver a sua sexualidade. Aí os problemas que vão surgir são reais, não são fantasiosos e imaginários. Esse é um momento muito importante para isso. Eu tenho um netinho de 3 anos, e uma parte dos avós queriam dar um ipad pra ele. Eu quebro na cabeça. Sabe o que eu dou para o meu netinho? Uma vara de pescar, subir em árvore, ver os cabritos, os coelhos, as galinhas. Lutar de travesseiro na cama. Eu ensino ele a plantar flores. As crianças na comunidade tem aula de pintura, de dança, de música, vão todos para o estúdio e ficam tocando. Não quero essa imundice de eletrônicos, fica tu com tuas imundices. Eu fui dar um grupo na Inglaterra, sentei no metro, e olhei, 95% das pessoas usava ou cinza, ou preto ou azul marinho. E 98% estava com eletrônico na mão, fazendo qualquer merda que eu não sei o que era. Isso é dramático. E eu termino com Charlie Chaplin, recomendo o Último Discurso, o qual vou deixar um link aqui para vocês.

“Não sois maquina, homens é que sois.” – Charles Chaplin

Discurso na íntegra:

http://somostodosum.ig.com.br/blog/721/o-ultimo-discurso—de-charles-chaplin,-em-o-grande-ditador

Anúncios

2 comentários sobre “O tempo do whatsapp é inversamente proporcional ao tempo do amor.

  1. Olha….acho q vc nao tem ninguem q vc goste longe de vc, senao nao falaria essas bobagens que so se encaixam no exagero do uso.
    Tudo q e demais faz mal…inclusive o q vc fala.
    Tem q saber o modo e o tempo de uso de tudo nessa vida.
    Queria ver vc tendo um filho longe de casa e pelo q vcs do grupo passam nao querer mais falar com a mae e pai. Isso doi mto sabia?
    Estao afastando as pessoas,tornanfo-as egoistas e q so pensam em si mesmas.
    Estou triste pq esta acontecendo comigo, mas triste tbm q vcs sejam tao radicais

  2. Quando se lê algo assim: Radical – entendido por suas raízes – penso que há esperança sim, que o humano está aí pra ser resgatado e internalizado a todo instante! Penso que estava aqui perambulando pelo face e me deparei com as atualizações dos posts da “Mosca” e vou certamente dormir feliz por ter lido algo assim…. Criança precisa de vida e não de tela! Quer comprovação científica vá atrás, até 3 anos se configura como prejudicial e desnecessário o contato da criança com tela, seja qq tipo delas! E falo 3 anos por pesquisas que se tem por ai em termos de desenvolvimento cerebral… mas, na minha opinião que jamais as telas sejam seu principal foco! Criança precisa de natureza, de brincadeira de criatividade e pra isso precisamos ajudá-las nesse contato, precismos proporcionar a criação a nossas crianças onde o natural não é viver em mundo pronto, imediatista e fútil… permitamos o contato das nossas crianças com sua essência e permitamos o resgate da nossa criança interior tb!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s