Sabe o que eu realmente queria de presente para o dia dos namorados, meu amor?

romantic-dinner

Por Prem Milan

Na verdade, na verdade, eu te digo: eu tenho aceitado as flores, os pequenos presentes, aquele jantar básico porque, na real, eu sempre tive medo de olhar para aquilo que realmente eu queria. Tenho até medo de sentir o que eu realmente queria, porque tem um ponto dentro de mim em que eu não acredito que mereça e, ao mesmo tempo, acho que tu não me darias. Por isso nem tento, parece que desisti há longo tempo… Eu acabo me conformando com essas pequenas coisas, tão convencionais – aquele jantar, aquela ida ao motel… Se eu olhar lá no fundo, fico até com vergonha das promoções dos restaurantes, dos motéis.

Eu tenho uma sensação estranha, mas não quero nem contactar- na real o amor virou uma chinelagem… Mas o presente que eu gostaria mesmo e que gostaria que se estendesse ao longo do ano é, em primeiro lugar, que tu colocasses um H maiúsculo na frente da palavra Homem, que eu realmente pudesse sentir a tua força ao me questionar, ao me dar um feedback, ao me beijar… Sentir que tu tens uma força, que tu sabes dizer não em determinados momentos, e que teu sim seja cheio de energia e não o de uma criança, carente, dependente.

Afinal de contas, desde criança eu sonhava com uma homem assim. Eu não sei por que, meu amor, acabei me conformando com tão pouco… Eu gostaria que nesse presente estivessem incluídos momentos em que tu reconhecesses teus erros, tuas angústias, tuas dificuldades; que teus sonhos fossem sonhos verdadeiros, e não meramente metas pequenas e plausíveis. Eu queria que tu te mantivesses sensual, mesmo que outras mulheres fiquem a fim de ti- eu prefiro correr esse risco do que ter um homem garantido ao meu lado, apático, sem graça. Morro de medo que tu fiques a fim de outras mulheres, mas quero aprender de uma vez por todas a lidar com isso. Tu nem sabes como eu fico triste porque tu escondes todas as atrações que tu sentes, e eu até percebo que tu estás te anulando, mas acabo encarando isso como sinal do teu amor por mim… Na verdade tu tens medo da vida, de sair da zona de conforto. Eu não queria que tu se escondesses atrás do nosso amor, porque isso causa sombra ao amor e a falta de sol impede que ele cresça e se desenvolva; eu acho que por essa falta de luz ele pouco a pouco está murchando. Eu gostaria que tu estimulasses a minha consciência para que eu não aceitasse mais essas coisas, e não me satisfizesse com essa falsa segurança.

Nesta noite, meu querido, eu gostaria que chegasses de surpresa, me beijasses um beijo quente, beijasses meu pescoço, lambesses meus seios, minhas costas, meu corpo todo e me fizesses sentir que tu estás presente, curtindo, não fazendo por mim. Eu gostaria que nós fizéssemos amor olhando no olhos, e que eu pudesse sentir teu derretimento. Que sentisses vários picos, entrando na tua força animal, urrando e berrando e depois descendo para os vales com movimentos suaves e rítmicos… queria sentir a emoção no teu olhar, sentir tuas lagrimas de contentamento escorrendo nesse momento, sentir teu corpo tremer de prazer… que não seja apenas gritos e descargas, e sim uma vibração, senti-lo perdendo o controle, me dizendo coisas que normalmente tu não dizes… que nós pudéssemos sorrir um para o outro durante essa transa, onde eu me sentiria tão cheia de energia que perderia a cabeça e daria gritos de amor e não de fantasias reprimidas. Que por muitos momentos essa qualidade fosse trazida ao nosso sexo e que, depois, nós pudéssemos simplesmente relaxar cheios de energia sentindo nossas respirações, simplesmente extasiados com nossa união. Que, com toda essa energia, nós pudéssemos olhar de frente para todos os problemas, todas as dificuldades que temos e poder buscar ajuda para trabalhá-las. Que tu simplesmente pudesses reconhecer tudo aquilo que te impede de viver esses momentos e não justificar com coisas como “estou muito estressado, estou com muito trabalho, muito preocupado”… Que tivéssemos a coragem de nos abrir e trabalhar essas questões, resgatar a nossa sexualidade… Na verdade, meu amor, eu tenho muita saudade de viver o amor, e o maior presente é realizá-lo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s