Devido à realização sexual, cheguei aos 60 anos com gasolina azul!

milan

Por Prem Milan

Sim, hoje eu completo 60 anos muito bem vividos. Chego nesta idade jovem, cheio de idéias, cheio de inspiração, conduzindo vários projetos, curtindo meus netos e sem desistir do amor. Tive uma leve crise por birra com determinadas atitudes, mas continuo firme aí. Moro numa comunidade cheia de gente jovem e tenho energia para muita coisa. Crio muito, dou muitos grupos, tenho insights fortes e profundos e estou constantemente em movimento.
Busco constantemente o novo, explorando novos espaços, de ser mais eu, mais verdadeiro, mais profundo e conseguir levar meu conhecimento para todas as pessoas. Estou desenvolvendo o projeto da “casa do adolescente”, concretizando essa e outras idéias que podem ajudar a revolucionar a vida de muitos adolescentes. Estou levando em frente todo um trabalho com sexualidade, com o potencial sexual junto com a Pavita, que está mexendo profundamente com as pessoas e as levando a se abrirem muito mais para o sexo, para o amor, para o crescimento, o que é muito inspirador para mim e para meus parceiros.
Eu tô satisfeito e feliz com minha vida, nada me falta, não tenho nada a reclamar. Mesmo nos momentos mais difíceis, passamos por séries de dificuldades e tenho uma garra para enfrentar, uma disposição, uma alegria- eu sou o primeiro a dizer sim! Sim para vida, sim para energia, sim para novos espaços, sim para uma vida mais Osho, sim para uma vida mais libertária.
Eu atribuo tudo isso a minha satisfação sexual durante a vida. Eu vivi minha sexualidade. Mesmo que você não goste de mim e tenha muitas broncas comigo, é inegável, e você pode consultar todas as minhas parceiras. A única coisa que deixei com toda certeza é saudades, assim como tive grande parcela da ajuda delas para isso. Eu encarei e vivi a minha sexualidade, sou um homem satisfeito. Você pode escolher ter inveja de mim, tudo bem, tem tanta pessoa que tem inveja de mim, mas se eu fosse você eu ia querer estar perto de uma pessoa que viveu e realizou tanta coisa. Mas é escolha de vida para cada um… viver perto de mim não é fácil, são sempre desafios, são sempre avanços… não é uma coisa fácil, não é uma coisa cômoda, eu estou guardando minha comodidade para quando morrer, aí eu vou estar cômodo numa tumba, meu descanso vai ser em paz, agora não estou aqui para descansar.
Estou aqui para viver intensamente a vida em grandes goles, eu quero deixar muitas coisas para os meus filhos, para os meus netos, para os meus amigos, para meus parceiros, tô fazendo a diferença neste planeta e vou fazer a diferença. E eu falo tudo na frente, não falo pelas costas, às vezes sou muito inconveniente, e não me importo com isso. A minha inconveniência é sabia, não é inconveniência do atrolhado, do desconectado. Vem da satisfação sexual, e eu gosto de repetir muito isso, para que todas as pessoas tenham essa possibilidade, porque todo mundo tem essa capacidade.
Eu sou um gringo lá de Garibaldi, fui criado abaixo de milhões de preconceitos, tinha uma vergonha imensurável! Eu fui estudar no Rosário em 1973 quando, com 17 anos, não abria a boca de vergonha, não olhava para as gurias de tanta vergonha. Imagina se elas vissem que eu estava olhando… era uma repressão sexual absurda! O que me salvou um pouco ali eram as boates, os cabarés da vida, onde eu me sentia aceito, e não tenho nenhuma vergonha disso. Mas não foi ali que eu obtive a satisfação sexual, não. Ali foi um caminho que simplesmente eu encontrei para sobreviver a toda repressão, a toda vergonha que eu tinha. É obvio que mais tarde isso me levou a uma depressão, mas dessa depressão eu fiz um ponto de alavancar meu ser para um espaço mais alto. Aí eu consegui encontrar ferramentas como a bioenergética, os processos terapêuticos que mexem com a história de pai e mãe, e parceiras que me ajudaram a crescer, a virar um homem.
Desde o primeiro grande amor que se realizou com a Ivana, com a qual eu tenho dois filhos, e um tempo depois acabou e me impulsionou como ser humano. Eu sou muito grato a ela e todas as parceiras que vieram depois. À Veeresha sou excepcionalmente grato, foi realmente uma mestra tântrica como poucas pessoas nesse planeta, que eu tive a grande sorte de ter como parceira. Pessoa rara, que não é tântrica do ego, é tântrica do coração, da sua natureza intrínseca. E a todas outras parceiras que eu tive, Shanti, Shuyam, amores que apareceram nos entremeios, a Kinara, e agora a Jemima. Eu tenho uma característica sexual muito forte e profunda, não por ser especial, não! Eu simplesmente encarei minha sexualidade, acreditei no Osho, no Wilhelm Reich, não só na teoria como na prática eu levei uma vida em busca disso, e tive recompensa. Tive muitos prazeres, muitos orgasmos, múltiplos orgasmos masculinos, vivi isso profundamente.
É isso que me faz ter a vida que tenho e eu quero falar isso para que você pense a respeito da sua sexualidade. Do quanto vale a pena, do quanto entrando mais profundamente na sua sexualidade e conseguindo chegar no coração, você vai ter esse tipo de satisfação. Não adianta você querer ser espiritual, posições de flor de lótus, eu não consigo fazer essas posições…
Mas eu sou intenso pra caramba, então, não adianta ter essa espiritualidade superficial, esse silêncio aparente. Eu tenho um silêncio dentro de mim, eu tenho uma confiança incrível, eu consigo ser inteiro em cada coisa que eu faço. Tenho problemas? Óbvio que tenho problemas. Eu sou sessentão, jogo futebol e pego junto com a gurizada, não tenho a mesma agilidade, mas tenho muito experiência. Se eu fosse uma pessoa frustrada sexualmente, não estaria com 60 anos do jeito que estou. Eu estou como diz o Snoopy: “no pico da onda!”, sempre junto com essa gurizada que é fantástica.
Invista na sua sexualidade, invista na sexualidade totalmente. Descubra-se nela e a dirija para o coração, que você vai poder chegar aos 60 anos, cheio de energia, cheio de vida. Eu estou pronto para morrer, assim como estou pronto para criar, porque estou satisfeito. Tem muitas coisas para eu realizar, muitas! Mas eu realizo a partir da minha satisfação. Não estou querendo agradar você ou quem quer que seja, não preciso de amigos, nem de inimigos. Estes últimos tenho bastante e todos eles são ocultos, não sei por que, eles só operam na minha costas, nas minhas margens… na minha frente são todos mansinhos.
Não quero que todo mundo me ame, goste de mim, não sou candidato a nada, eu simplesmente quero que você volte a acreditar na vida, volte a acreditar na sua sexualidade, volte a acreditar no seu amor. Isso é o que importa, isso é o que leva a realização. Tem risco, tem momentos difíceis, mexe profundamente com a gente, mas essa saída é saudável.

Que os meus 60 anos e a minha satisfação façam uma diferença para você, que seja um toque de que a vida tem saída, que a sexualidade tem saída, que quando o sexo chega ao coração, o amor é bom e é fundamental para vida de cada um de nós, mesmo com os fracassos. Sempre temos o que aprender e o caminho para chegar ao amor não dependente, livre, realmente não pegajoso, é maravilhoso. Invista na sua satisfação sexual e isso vai fazer bem para seus filhos, para os seus amigos, para as suas parceiras e todas as pessoas na sua volta. Se você quer ser ecológico, transar legal é a maior ecologia que você pode fazer nesse momento. Uma energia boa para esse planeta, muito orgone, muita luz. Não desista da sua maior fonte de energia que é a sua sexualidade, não desista do seu coração que é a verdadeira espiritualidade deste planeta. Quem transa e ama profundamente está em comunhão com Deus, com Maomé, com Jesus, com Alá. Invista na sua sexualidade!
Um grande abraço e espero que este seja o presente que eu possa estar te dando neste momento.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s