Exame de consciência

imagens_para_reflexao_ii

Por Milan

A única coisa que me sobrou da religião, desses anos de repressão, limitações, sofrimentos, preconceitos… – a religião me fez muito mal, muito mal mesmo. E eu sei que a grande maioria da pessoas não dá muita bola para isso porque não tem nem noção da vida que tem. Como é que teriam noção do mal que causou toda essa repressão? – Mas enfim, a única coisa que prestou de todos esses anos de religião foi uma coisa chamada exame de consciência. Não me lembro direito, mas sei que tem uma oração, algum hábito na religião que tem o tal exame de consciência. E nesses últimos tempos não escrevi no blog para fazer esse exame de consciência comigo. Nada de religioso.

Eu parei para refletir sobre as coisas que penso. O porquê escrevo para um blog onde umas pessoas vão ler, vão ficar brabas, incomodadas. Para quê fazer isso? Será que não seria só entrar por um ouvido e sair pelo outro? Olho para vida e penso se o que eu faço acrescenta alguma coisa para minha vida e para a vida dos outros. Para onde eu quero  ir? Para onde vai isso tudo? Eu faço a reflexão. Não sou um ser autômato. Eu não sou um fanático do Osho. Eu amo o Osho e todo amor para existir qualquer senso de realidade, implica em uma ação, uma concretude. E é isso que eu faço para minha vida.

No final do ano, a gente tem a nossa gincana aqui na Comunidade Osho Rachana. Eu ficava olhando as pessoas durante a Gincana e a minha sensação é de que estava drogado. Era tanta emoção, tanta coisa bonita que a gente assistiu. Teatros incríveis, músicas sensacionais e bailantas que mais pareciam espetáculos da Broadway, mas uma Broadway com emoção, não com técnica. Uma beleza exuberante, uma vibração… algo muito impressionante. As vezes eu olhava e pensava assim: Será que eu não entrei num programa que tinha antigamente, a “Ilha da Fantasia”… Era como se fosse uma fantasia mesmo. Não parecia real o que estava acontecendo e se eu tentar descrever para você do mundo normal, você vai ter certeza de que eu tomei LSD. Só vendo para crer. E eu falo da capacidade humana. Da incrível capacidade que tem o ser humano quando ele solta as suas amarras, é algo estonteante, muito além do que você pensa ser capaz.

Num jogo de futebol da Gincanca, um cara fez um gol que eu passei um ano inteiro vendo brasileirão e nenhum gol daqueles não chegou a 10% da emoção que causou para aquela pessoa que fez o gol e para as outras que estavam torcendo por ela. As vezes eu acho que estou ficando louco, as vezes tenho que me beliscar. Mas será que estou louco mesmo ou esse mundo que está louco? Esse mundo que é muito doido. Será que Michel Foucault, Orson Welles não estavam certos? Como naquele filme com a Jane Fonda em que faziam pastilhas para as pessoas viverem.

Desculpa gente, mas eu fiquei chapado aqui no Cantagalo. Chapado de tanta beleza, de tanta gente bonita. Esse povo teve 4 noites de festa, de dança. Não teve a quinta porque eu falei “Stop, vamos deixar esse povo descansar”. Nenhum normal danca 10% do que essas pessoas dançaram sem estar bêbado, chapado. Inacrediteavel! Eu fico pensando o que um normal está fazendo no fim do ano. Eu me lembro do meu tempo. Eu nunca fui muito normal né… sempre tive uma anormalidade, graçaas a Deus. Eu me lembro que a gente ia numa galera entre 20 e 30 pessoas para a praia do Rosa e a gente zoeirava muito. Inventava teatro, inventava um monte de coisa. Fantasticamente eu me lembro que o Roberto Oliveira, num desses fins de ano, voltando da praia com as crianças, ele inventou que estávamos sendo atacados pelos vietcongs…. jogava bomba e todo mundo se camuflava e o pessoal se atirava total. Numa sanidade saudável! Aqui é assim! A gente brinca, a gente relaxa, a gente transa, a gente faz amor, a gente chora, berra. funções humanas!

O que tu fez no teu fim de ano? Não fique brabo. Apenas faça um exame de consciência da tua vida querido, querida. Quem sabe um pouquinho mais… faça um balanço sexual da tua vida. Se quiser, use a agenda do Namastê para te ajudar. Talvez você possa compreender um monte de coisa da tua vida e criar um novo caminho. Quem sabe? “Tente outra vez…. a água viva ainda está na fonte. Você têm dois pés para cruzar a ponte”. Faz um examezinho de consciência e um bom 2016!

2 comentários sobre “Exame de consciência

  1. Olá, tudo bem? Comprei a agenda da Namastê ontem na saída do vestibular da UFRGS e estou encantada com ela e com seus textos (cheguei até aqui através do link que nela está). As mensagens me tocaram bastante e os textos aqui do blog também, estou passando por um momento conturbado de vestibulares, etc, e ler palavras cheias de alegria tornam as coisas bem mais fáceis. Que trabalho maravilhoso! Gratidão, namastê.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s