E ae? Vai querer transar todo dia?

blog

Por Milan

Ou você só gosta de filosofia? De sexo oral… blá, blá, blá, blá… Tem que dar seus passos, está na hora! E é bem possível. Neste texto, quero aprofundar o porque tivemos que nos desconectar da nossa sexualidade. Imagina se você conseguisse manter aquela criança cheia de energia, cheia de vida, criativa, querendo explorar o mundo. É possível? É possível dentro do cubículo do seu apartamento? Nas creches empilhadas de gente? Há espaço para as crianças viverem? Se expandirem? Não. Então, os pais precisam começar a reprimir. Por quê? Pelo maldito sistema. Eles têm que trabalhar, ter uma boa casa, um bom carro, uma boa televisão, uma geladeira, uma boa bosta de não sei mais o quê. Depois precisam ter mais dinheiro para colocar os filhos numa creche, num psicólogo, num pedagogo, e muitas vezes arrancar os cabelos porque não sabem o porque do filho ser tão problemático. Tem que comprar um colchão especial, porque o corpo está todo tenso, por tanto tempo sem transar (a fábrica de colchão agradece). Para dormir vai precisar de bons filmes, uma televisão tela plana, um bom abajur. De preferência um quarto com suíte. Tem que ter um banheiro perto, afinal de contas, 20 passos para ir ao banheiro é muito. Tem que ser no máximo 4. Sabe como é que é né? Muito trabalho caminhar! E o que mais? Precisa pagar os impostos para ter uma boa rua, pavimentada, calçada. Não pode ter nenhuma protuberância na calçada. Tem que ser tudo reto, plano, porque é um robô, não pode nem levantar os pés. E mais um monte de penduricalhos que você acha que precisa. Do telefone, toda hora do lado. Acho que se fizessem uma mágica e sumissem com todos telefones por duas semanas mais da metade da população se mataria e os outros 40% estariam bêbados, drogados.

Vivemos num verdadeiro caos organizado. Aonde não tem o menor espaço para o prazer. Por isso que não cabe transar todo dia. Você acha meio absurdo. Olha quantas horas por dia você desperdiça em Facebook e Whatsapp. Se você usasse 1/3 desse tempo para o sexo, que maravilha seria! Que maravilha gente! Sobraria muito tempo. Você estaria muito mais elétrico, bonito, ágil, satisfeito, criativo. Olha, para início de conversa, uma pessoa que transa todo dia não precisa dormir mais que seis, sete horas. Já aí você economizaria muito tempo. Sem contar que não precisa de um monte de outras coisas. Vai querer mais tempo para o prazer, para brincar mais, estar mais com os amigos, partilhar mais. O corpo vai estar mais energético. Vai querer jogar mais futebol, mais vôlei, mais corrida, mais passeios na natureza. Vai querer ver mais a lua, acampar mais, começar a mudar um monte de coisas. Já imaginou o que aconteceria com todas essas fábricas que produzem um monte de porcaria que a gente não precisa? Vai gerar desemprego. Com certeza vai gerar desemprego. Não vamos precisar mais de um monte de porcaria. Teriam que redirecionar toda a produção, as prioridades, as coisas iriam mudar muito. Não dá nem para saber direito o tamanho da revolução que seria. O capitalismo ia dançar, com toda certeza! Pessoas satisfeitas não querem explorar os outros. Não teriam mais tanta ganância, tanta gula.

Mas pare de se preocupar, não entre em pânico, por favor. São poucos os que vão querer transar todo dia. Relaxa. Não vamos criar um caos no sistema mundial, mas uma galera pode tirar um grande proveito disso. Com o tempo realmente poderíamos destruir o sistema, mas não estou interessado em nada disso agora. No momento só quero informar que não existe uma pílula que faça você transar todo dia. Não temos uma chavezinha. Você nasceu assim e existiu assim. Essa capacidade está dentro de você e o seu desafio é resgatá-la. Vai ter que fazer um esforço. Vai ter que buscar, aprender técnicas, meditações, e fazê-las! Para a partir daí, seu corpo começar a reverberar de novo. Mas não acontece se ficar sentado esperando. Não. Você vai ter que destravar sua pélvis, praticar as meditações catárticas para colocar a raiva, a loucura e toda a dor para fora. Você tem que fazer um caminho. E você chega lá, chega! E rapidamente você vai ver a grande diferença que tem. Rapidamente você vai recuperar sua capacidade sexual. Muitos momentos você vai empacar. Até descobrir um horizonte enorme de possibilidades. Não é igual a comprar uma Brastemp, que vai funcionar ali por 15 anos. “Não sois máquina, homem é que sois”, como já dizia Charles Chaplin. Você gosta dessa sociedade porque ela te transformou num preguiçoso, num débil mental. Tudo tem que estar na mão, tudo tem que ser fast food. Isso me lembra o filme “Tempos Modernos”, que tem uma cena com uma máquina que o dá comida, escova os dentes, dá banho na pessoa e de repente ela quebra e é um circo de horror. Se você não viu esse filme, tem uma deficiência intelectual enorme porque Charles Chaplin é universal.

MSex BLOG-3

Você precisa ter essa energia disponível. A energia da vida. Você tem que querer virar. Agora, se você quer sentar na poltrona de um apartamento, esquece! Só não esquece de pagar a Net, se não vai ser uma crise. Agora, se você quer sentir de novo aquele cheiro gostoso do orgasmo, aquele cheiro do sexo quente, apaixonado, se você quer sentir a sua pele feito uma seda, quase sentindo o cheiro do sangue correndo nas veias, essa sensibilidade, aquele riso do nada… Vai ter que fazer a sua luta. Esse é o teu movimento. Eu faço isso há 30 e tantos anos e sei os resultados. Tem uma galera bem significativa que eu conheço que está nesse caminho. Eles estão descobrindo e se redescobrindo. As vezes empacando, indo para trás, buscando novamente outros impulsos. Cada um de nós contribui com essa energia de tentar abrir esse espaço.

Você pode entrar na internet no site do Namastê que tem muitas dicas. Tem um vídeo meu sobre “Como aumentar seu tesão” que se você começar a fazer o que recomendo, em 20 dias já vai sentir a diferença. Olha eu me lembro bem de um cara que escreveu que queria saber mais porque ele começou a fazer aqueles exercícios e a transa dele melhorou muito. Ele transava cinco minutos por vez e em 20 dias ele já estava transando mais de 20 minutos. Mas ele fazia os exercícios todos os dias. Se tu quer moleza vai num centro geriátrico, ali tudo é mole. Sei de gente que não vai ao Namastê porque tem medo que vão achar que ele tem problemas sexuais ou que está ficando sexual demais. A pessoa sente vergonha. Quer saber se alguém tem problemas sexuais? Olha o prédio que você mora. Você ouve televisão, discussão, até peido tu ouve mais que barulho de transa. E já pedi para um monte de gente que mora em apartamento com vários andares, prédios com trinta, quarenta, cinquenta apartamentos e eles dizem que não ouvem barulho de sexo. E se não tem barulho sexual mas tem transa, o sexo é de baixa qualidade, bota baixa nisso, baixa categoria. Não sei como conseguem ter uma transa sem explosões, urros, sussurros, aliás, tem tanto idiota, que tem gente que prefere ouvir buzina de carro, gente sendo atropelada, barulho de tiro e briga do que ouvir sussurros de uma transa. Muito melhor.

Mas você tem que se mexer. Não tem problema se quiser mandar uma pergunta. Eu respondo. E mexe teu rabo, vai ali no Namastê. Se você for de Porto Alegre. Se não, coitadinho de você que não tem o Namastê perto. Mas você pode começar a fazer as meditações do Osho. Não tem problema. Vou largar um curso na Internet com cinco lições sobre sexo, aguarde, isso também poderá te ajudar muito. Talvez vocé pense: quem é esse cara? Qual é o currículo dele? Eu te dou. Vivi muitos amores profundos, tive muitos orgasmos, quebrei muitos limites de tempo, muitos êxtases, só o currículo básico, ok? Também acompanhei muita gente que desenvolveu a sexualidade. Por isso que eu sei. Também li livros, mas isso é café bem pequeno. A minha vivência me torna um professor. Não sei tudo ainda, estou aprendendo. Eu também quero mais, e quero muito mais. Mas posso ensinar o muito que vivi. E tem vários caminhos para você conseguir chegar nisso, eu conheço alguns. O primeiro passo é abrir sua mente. O segundo é começar esses exercícios e mover essa energia. Semana que vem eu vou abordar os erros que os homens cometem, digamos, a sua parcela de responsabilidade de não transar todo dia. Depois vou analisar a parcela das mulheres. E o quinto blog vai ser as saídas. Eu já dei algumas aqui e tem mais. Se prepara. Ali no final de agosto tem uma Maratona no Namastê, “Melhore sua sexualidade”.Com o Jwala e a Shunyata. Esse já é um baita passo que você dá. Vou acabar com uma musica do Raul: “Basta ser sincero e desejar profundo que você será capaz de sacudir o mundo.”

Anúncios

Por que você não transa todo dia?

download

Lanço essa pergunta para minha digitadora e para minha filha. Logo minha filha responde: “porque os homens são uns idiotas”. Fico paralisado, comendo minha lima e thinkando about. Não tenho como contestá-la. Realmente somos uns idiotas. Nada no mundo nos impede de fazer amor todo dia. Não existe nenhuma recomendação contrária a isto. Não há contra-indicações. Todas as indicações são extremamente favoráveis. O corpo pede, o coração pede, a alma pede. Talvez você pense em viabilidade física. Ora gente, na minha adolescência eu me masturbava de duas a três vezes por dia. Na própria vida adulta, por um bom tempo, até os 25-26 anos, se não transava no dia tinha aquela punhetinha básica. Como não tem energia? Energia tem sobrando.

Se imagine transando todo dia. Imagine se teu pai e tua mãe sabem que você transa todo dia? Qual a reação deles? As tias? Os vizinhos? Você mesmo! Vai se achar um TARADO, DEPRAVADO. Tudo lixo que botaram na nossa cabeça, mas muito lixo mesmo. Porque a nossa sociedade se baseia na repressão sexual. A nossa sociedade sobrevive devido a nossa infelicidade. Nossa economia é voltada para suprir a infelicidade. São remédios, carros, roupas, shoppings, viagens, para preencher um buraco. Normalmente passamos 11 meses fudidos para tirar um mês de férias e viajar. Recuperando o fôlego para voltar e se fuder de novo. Essa é a base da sociedade. Não fui eu quem criou isso.

Provavelmente você ache que não tem outro jeito. Isso é o que diria teu pai e tua mãe. Isso é o que te ensinaram. Isso é o que dizem os donos dos shoppings, da General Motors, da Ford. Daí, se alguém tenta algo diferente, você detona. São loucos, maconheiros, depravados, fanáticos. Nem se dá conta que você é um fanático por essa sociedade de consumo estúpida que só nos faz ficar cada vez mais doentes.

Você quer uma prova? Vai ter suas provas. Não as dos laboratórios onde você pode manipular e mentir. Você mesmo vai dar as provas. Se alguma vez você se apaixonou na vida vai lembrar que transava de duas a três vezes por dia, com muita energia e por muito tempo. Durava 3 vezes mais que as suas atuais transas. Me explica esse fenômeno. Quer  me explicar? Essa capacidade você tem. Estava aí e te fazia muito bem. Ou não fazia? Deixou saudade? Não vem me dizer que isso passa, que é uma bobagem. Não! A sociedade não tem porque ser involutiva. Nada na sociedade é involutivo. Agora o sexo anda para trás? Nenhum animal nesse planeta anda para trás. Deveria haver uma evolução desse sexo, um aprofundamento.

MSex BLOG-3

Eu considero que o amor é um truque da natureza para você se dar conta que a vida pode ser muito mais. Ele te dá um vislumbre de tudo que podemos ser. Mas como um amor pode viver dentro de um presídio? Dentro de uma gaiola? Dentro de uma cidade poluída, barulhenta, feia, suja. Como o amor pode conviver dentro de você se você está entupido de sentimentos que não expressou? Essa força tão sublime, esse sexo tão profundo, precisa de uma ressonância e se você for minimanente observador, você vai ver que depois de uma semana ou duas de paixão começam a vir muitas inseguranças e loucuras para fora. Porque o amor quer expulsar tudo aquilo que é impuro em você. Ao invés de você seguir esse impulso, o que você faz? Você fecha o amor. Quando a energia do amor começa a crescer, você começa a fazer pactos, ter obsessões, ciúmes, posses, começa a sair do presente e fazer planos para o futuro. Aí o amor vai embora. O amor não é idiota.

Você lembra bem disso? Você conseguiria me contestar? Se você nunca se apaixonou, nunca viveu esses espaços, coitado de ti. É uma situação grave. Mas muita gente já viveu e sabe que estou falando a verdade. Isso do homem ejacular… Imagina o momento em que ele se trabalha e o corpo dele se expande. Imagina se ele não ejacular em toda relação, apenas uma ou outra vez, ah! Você vai ver a diferença. O efeito disso. Mas isso é um aprofundamento do amor, um aprendizado. Talvez seja a real e verdadeira função do amor.

Eu sei que sua cabeça deve estar confusa, cheia de argumentos. Gostaria que você colocasse todos os argumentos. Eu destruiria todos eles. Seus argumentos vem do pai, da mãe, da tia, do professor. Nenhum vem da natureza, de pessoas realmente sábias, pessoas que realmente viveram. Você sabe, cara! Vem um medo, um pânico. Na real, você não aguenta ser feliz. Você não aguenta estar em êxtase. Sofrendo e chorando a gente aguenta meses, anos. Prazer e alegria a gente dá um jeito de destruir logo. Logo você está pensado como vai adiante. Até quando seu time de futebol ganha. Você pensa “e depois, o próximo jogo?”. Isto também é um sistema criado. Um sistema incutido em nós. O sistema precisa, por razões econômicas e para sua manutenção, que as pessoas sejam frustradas. A frustração é o negócio que mais rende para o sistema.

Gostaria que você ficasse nessa semana com o pensamento a respeito de toda vez que você amou, o barato que foi. Porque você desconectou? Porque diminui a energia? Você vê que essa capacidade é a nossa parte forte? Nossa parte especial? E depois vamos explorar as razões porque a gente não aguenta. As razões emocionais, econômicas, psicológicas, sociais.

Nas próximas quatro semanas vamos entrar nesse tema. Você realmente tem interesse? Se não, tem um monte de bagacerices sexuais na internet. Agora, se você gostou, passe para os amigos para discutir um pouco mais, botar na roda de discussão com seus amigos e amigas. Para contradizer minha filha. Nós não somos esses idiotas aí. Vamos discutir algo de valor. O facebook vai ficar espantado com esse tipo de discussão, mas faz isso. Se eles não censurarem, né… Bota na roda esse papo. Deita, relaxa e te imagina transando todo os dias. Uma vez ao dia. Uma hora por dia. Uma hora de prazer e alegria. O que aconteceria depois? O que mudaria? Imagina! Faz esse exercício de te imaginar satisfeito sexualmente, tendo orgasmos, o que desencadearia na sua vida? Ou você nem tem coragem de imaginar? Tem medo até de imaginar isso?

Como dizia o Raul Seixas: “Coragem, coragem, você pode mais”.