Como as mulheres sabotam transar todo dia

liberdade

Por Milan

Nós vimos a parte dos homens, e a parte das mulheres? As mulheres estão muito viciadas ou programadas pela sociedade para reclamar. Porque isso é muito nítido: se o homem é legal e amoroso, as mulheres ficam cheias de dedos e dúvidas. Se o cara é rejeitador, insensível, sacana e não dá nada, as mulheres correm desesperadamente querendo, querendo, pedindo… a carência do pai na infância determina um desespero tão grande que elas ficam enlouquecidas por qualquer homem. Às vezes, tem caras débeis mentais, entende? Se são insensíveis, as mulheres se atiram feito loucas. Parece que a exigência que elas têm é zero. Então o homem super se acomoda.

Os homens são desleixados porque as mulheres os aceitam de qualquer jeito. E não é por falta de homem, é por carência. As mulheres sempre fogem do atrito com o homem, o atrito de frente, levando as questões. Porque quando tem um atrito depois, elas sempre cedem, ela sempre acabam caindo no seus desesperos. E isso faz com que fique uma energia de relação de pai e filha. E é óbvio que nessa relação de pai e filha a sexualidade rola muito pelo lado da posse, da passionalidade, onde a consciência vai totalmente fora.

As mulheres também sabotam a sexualidade quando não têm seu poder, sua decisão. É muito difícil uma mulher dizer um não para um homem. Os homens enrolam pra caralho e as mulheres aceitam. Os homens sempre têm desculpas e mais desculpas e as mulheres aceitam. Aceitam para manter o seu parceiro. Parecem empregadas. É como as pessoas fazem com seus empregos: elas dão até o rabo para manter essa porra de emprego, para daí a 35 anos depois se aposentar, depois de perder 35 anos de vida. Aí tu vai curtir a vida. Que bobagem!

Corporalmente, as mulheres também perdem a tonicidade e a força do corpo. É muito raro que mulheres gostem de esportes, de movimentos. O corpo fica destonificado e uma pessoa com o corpo destonificado é mais fraca em nível de poder. As mulheres não entendem que a capacidade sexual delas é muito maior do que do homem.

A mulher pode ter muito mais orgasmos que o homem. E a mulher, quando goza, que não é orgasmo, que tem também sua ejaculação, não perde tanta energia como o homem. A mulher sim é que poderia ter cinco, seis homens e dizer: venha o próximo, venha o próximo! Pela sua constituição, ela tem maior capacidade sexual, mas as mulheres jamais assumem isso. Imagina se você começa a assumir que tem mais capacidade sexual que o homem? Aí você tem uma responsabilidade. Normalmente, as mulheres jogam a responsabilidade para os homens na relação sexual e ficam passivas, quando elas devem ser muito mais ativas que eles. Só que, aí, esse é o padrão da sociedade porque lá no fundo, se você tiver muito prazer e muitos orgasmos, vai ter a vozinha da sua mãe e do seu pai dizendo que você é uma puta – e você vai fazer qualquer coisa para sabotar.

Vocês, mulheres, têm que trabalhar a relação com os pais profundamente mesmo, cavocar lá na fonte. Você vai descobrir tanta coisa, fazer tanta relação, que você vai se surpreender. O conceito da sociedade é estúpido. Os homens usam as mulheres, mas elas não podem usar os homens, não?

Existe uma coisa que cada uma das mulheres deveria pensar a respeito: deus criou a terra, os animais, o planeta todo, depois criou o homem e, depois do homem, no último momento, ele criou a mulher. A ideologia cristã distorce totalmente isso porque a última criação é a mais preciosa, a mais evoluída. A simbologia real é que a partir do homem, deus fez a mulher e isso significa que a mulher é um refinamento do homem, é uma evolução do homem, está acima dele. Este conceito de que a mulher é menos que o homem é completamente equivocado, senão, os animais seriam mais importantes que o homem, as florestas seriam mais importantes que o homem… vê como é a distorção da coisa. Aí, para o homem não ficar sozinho, deus fez a mulher só para ser sua companhia. Isso é uma distorção idiota, machista. Parece uma historinha boba, mas no inconsciente está ela: a mulher como apêndice do homem. É como muitas mulheres se veem: como apêndice do homem. Costumo chamar de chaveirinho do homem, só que não: a mulher está acima do homem, é uma evolução do homem.

Até quando está para se iluminar, uma pessoa fica mais feminina. O homem, quando está mais evoluído, fica mais feminino. E eu falei feminino, mais suave, quem sabe.

Mulheres, comecem a pensar em discutir a respeito da sua capacidade, do seu poder e da sua força. É um convite, venha para a Maratona “Melhore sua Sexualidade”, que está chegando aí. Vale muito, muito à pena e eu queria deixar um filme recomendado para as mulheres: A Fonte das Mulheres. Acho que isso é muito interessante.

E aguarde, no próximo, quais as saídas que nós temos.

 

Anúncios

Homens, acordem! Vocês estão perdendo a capacidade de …

blog

Por Milan

Eu acho que é hora dos homens acordarem. Os homens se satisfazem pela falsa posição que a sociedade machista lhes dá. Tudo dentro da sociedade funciona como se os homens fossem mais fortes, mais poderosos, mais capazes, porque nossa sociedade, quer você queira ou não, sempre foi dominada pelos homens. Começou no tempo das cavernas, porque os homens tinham mais força que as mulheres, e se estende até os dias de hoje. Ou seja, nossa sociedade sempre foi voltada para o homem.

A mulher está em segundo plano há dois mil anos. Dois mil não, três, quatro, cinco mil anos… Nem sei a data exata de quando isso começou. Atualmente as mulheres vêm conquistando pequenas coisas, mas, mesmo nos dias de hoje, os homens tem mais dinheiro, são os que possuem os carros, as casas, não precisam fazer trabalho doméstico. As mulheres são quem normalmente trabalha em casa, tem dupla jornada, porque tem que ir para casa para cuidar dos filhos e de todas as outras coisas. Por isso, o homem tem a sensação de estar por cima, daí ele se contenta com isso e se satisfaz pelo fato da mulher ser mais dependente. Só que é uma satisfação pobre, pequena, porque quando ele tem pela frente uma mulher de verdade, ele vira um bebê retardado, carente, morrendo de medo de ser rejeitado. Essa posição do homem cria um certo comodismo, quase como se fosse funcionário público. Faça o que fizer, nunca vai ser demitido. Mas também nunca é valorizado. O homem se acomoda e vive dessas migalhas, de uma pseudo dominação sobre a mulher. Agora, o prazer real não tem.

Na hora do sexo, os homens pipoqueiam muito mais que as mulheres porque aguentam transar muito menos que as mulheres. Os homens são muito fracos e ficaram fracos pelo comodismo. Estão perdendo a sua masculinidade, sua virilidade, sua força real. Aí na hora de transar só conseguem força através de fantasias e normalmente fantasias de violência, de raiva. Já a satisfação, não tem. Riso, não tem. O cara cria uma tensão porque a ereção masculina acontece devido a uma tensão corporal. Essa tensão cresce em todo o corpo quando estamos transando e cria uma excitação que vai lá em cima. Quando o homem ejacula, essa tensão cai abruptamente e dá uma sensação de relaxamento, mas não é um relaxamento real, é uma queda. Se você já levou um choque elétrico sabe que ele te dá uma fricção e depois cai lá embaixo. Você se sente muito relaxado, mas na real, não produziu nada para o teu corpo, nenhuma alegria, nenhum prazer, se dá num nível apenas corporal, a tensão aumenta e diminui.

Os homens estão perdendo sua capacidade de transar. Cada vez é preciso mais sexy shops, cremes estimulantes, porque a energia vital está estagnada. Igual à água parada. Já sentiu a diferença entre tomar um banho de piscina e um banho de lago natural? Tem gente que prefere a piscina, cheia de cloro, mas aí já é caso perdido, caso para manicômio, porque a pessoa está totalmente contra a natureza. A sexualidade do homem está ficando assim, sem aquele prazer real. Não diz que você não sabe. Se você já amou uma vez e transou com uma pessoa que ama, naquele momento que chamam de paixão, você experimentou um sexo numa qualidade muito maior, num prazer muito maior. Então não se faz de tapado e finge que você não entende. Você não quer lembrar desses ricos momentos que teve na vida porque se você lembrar vai ver a merda que está a sua sexualidade. Mas você tem que lembrar para querer resgatar essa capacidade sexual que é sua. Você nasceu com isso e foi expropriado por esse sistema machista escroto. Mas isso é muito fácil de ver nessa sociedade. Os homens velhos vão procurar gurias novas. Eu chamo isso de vampirismo. Vampiro é aquele que suga e essas mulheres mais novas tem uma carência absurda de pai, projetam o pai no homem. Aí é um abraço. Mas qual é o resultado disso? Eu só vejo acabar em infelicidade. Dá uma pseudo satisfação de criança para a mulher, conquistou papai, mas depois isso não preenche mais nada. E os homens se acomodam nisso.

A primeira coisa que o homem tem que perceber é que a ejaculação é o fim, o que rouba toda a energia. A ejaculação só acontece no momento que você começa a ter prazer, no iniciozinho do prazer, aí nem teu corpo físico aguenta e nem seu emocional aguenta. Daí você ejacula. Se você estender mais esse ponto para uns 20, 30 minutos, você não imagina o que acontece. Aliás, você imagina sim. Alguma vez que você esteve apaixonado você experimentou isso. E você viu a qualidade. Você fica mais sensível, mais entregue, mais amoroso, mas aÍ teu comprometimento com a sociedade e com seu passado de insegurança com a sua mãe e o fato de não ter no pai uma referência masculina faz com que você deixe aquilo que há de melhor na vida para se sentir seguro numa posição medíocre. Quem colocou você nessa posição foram teus antepassados, numa situação ainda bem braba. Para não dizer troglodita. O resultado é que você não é feliz. Você é neurótico. Assim como o prazer daquele cara que mora na favela e ao passar na rua e vê um mendigo diz: “Bah, graças a deus que eu não estou nessa posição”. Ou como o pequeno burguês, todo fudido, mas ao ver a classe média mais baixa sente que está acima. Esse é o prazer que você tem. O seu prazer sexual se dá na quantidade de gritos que a mulher dá. No barulho que ela faz. Se ela for uma escola de samba, você se sente o cara, mas isso é no seu cérebro. Por isso que os homens adoram prostitutas, porque elas sabem que o cara vai se achar. Não sentem porra nenhuma, fazem apenas o teatro delas para ganhar sua grana. Os homens gostam muito de puteiros por isso. Ali o seu dinheiro compra a masculinidade (melhor, fantasia de masculinidade). Você não sabe o que as putas falam depois dos seus clientes. Elas dão risadas dos trouxas: “Bah, ele vem toda semana porque eu grito e berro. O cara se acha e eu saio com quinhentão dele”. Outros, mas, muitos, muitos outros desistiram da sexualidade. Ou adoram mulheres carentes e dependentes que se grudam. Aliás, normalmente uma ciumenta é prato cheio, “como ela me adora!” O ciúme é um sintoma de infelicidade, frustração enorme e de distorção do amor.

Parte de nós, homens, queremos retomar nossa real masculinidade. Para isso você tem que mexer seu rabo. Vai ter que resgatar teu corpo, limpar seu emocional. Ou você acredita que é uma pílula? Certa vez fiz uma pesquisa em sete farmácias em São Paulo. Estava esperando uma história e caminhando pela Avenida Paulista. Comecei a entrar em todas as farmácias e pedir aos farmacêuticos informações sobre o viagra. Eles falaram que separam as caixas que vêm com quatro comprimidos para vender unitário, pois os maiores consumidores são os jovens, que eles dizem tomar apenas meio comprimido “para garantir”. Isto é uma piada! Mas é óbvio que nenhum homem vai admitir para uma mulher que tomou viagra, nem que foi só um pouquinho. O pau fica igual aos de sexy shops, e os homens não sentem nada. Só a cabeça que sente. O resultado é um vazio imenso, porque homem que é feliz quer trocar. Um homem capaz, potente, quer uma mulher que esteja a sua altura, emocionalmente, intelectualmente, para ser uma luta amorosa bonita, porque assim essa mulher vai te levar as alturas. E se você permitir, toda mulher pode te levar para o céu, não é Jesus.

O homem forte não é insensível. Insensível é poste. Lembra do Che Guevara, “hay que endurecer sem perder a ternura jamais”. Toda pessoa mais aberta é isso. Só que os homens ensinaram para os seus filhos que ser sensível é coisa de maricón. E ficou caracterizado que a pessoa mais sensível é isso, que o homem é escroto, estúpido. Meu, acorda! Isso não tem nada a ver. Como você pode viver amor sem estar sensível? Ou você acha que os romanos com suas orgias tinham prazer? Eu até te recomendo um seriado que achei muito incrível: Spartacus. Esse cara não foi apenas aquele gladiador, ele foi um cara que se tornou sensível e que organizou a maior rebelião de escravos que já existiu no mundo. Ali você vai ver muito bem a feiura e a loucura das orgias dos romanos. Hoje em dia nossa loucura é mais disfarçada, mais polida, aparentemente educada. Muitos se tornam sexualmente fantasiosos e os que não querem ser assim ficam amorfos, frouxos. Agora, se você não quer mexer teu rabo, você está perdendo o melhor da vida. Afirmo novamente, o melhor da vida!

O sexo vai te levar a um amor muito mais profundo do que esse amor superficial e pegajoso. Mas para início de conversa você tem que resgatar sua capacidade sexual. Eu não estou falando porque li em livros. Eu sou o homem que sou por causa de uma mulher. Ela que me levou a descobrir toda a minha sexualidade e um mundo diferente. Na real, ela resgatou o homem dentro de mim. Mas não era uma mulherzinha de merda carente, dependente, querendo ter um homenzinho do lado a qualquer preço, qualquer custo. Ela é vinho de outra pipa e eu sou muito grato. Olha, quando eu a conheci, eu já transava bastante, mas conheci com ela o verdadeiro elixir do sexo. O verdadeiro caminho para o coração. Conheci explosões que são muito raro se conhecer. Mas eu tive humildade para me render, me entregar, não em submissão, mas com minha força e minha consciência. Tive que meditar pra caralho, tive que fazer muita bioenergética para poder estar à altura de uma parceira dessas. Assusta e dá medo, mas eu prefiro isso a segunda, terceira e quarta divisão. Agora, se você quer esperar de braços cruzados, vai ter que esperar por mamãe, pois é fácil projetar em várias. Não é pulando agora para outro texto no computador que você vai virar homem, isso eu tenho certeza. Eu posso te oferecer o que eu conheço, muita meditação. Por isso que eu sou do Osho, porque o cara ensina a gente a virar homem de verdade. Ele te instiga, provoca. As meditações são construídas para você resgatar sua humanidade.

Você nunca vai poder dizer que não consegue transar todo dia, quando você estava apaixonado você fazia isso. Você tem que resgatar esse presente que o amor traz. O amor te mostra como você é na real. Mas o amor sozinho só pode te mostrar… Você tem que trabalhar para resgatar a base do teu corpo, do teu emocional. Essa é a parte de nós, homens. Nos preparar como homens. Que aí as mulheres vão poder crescer. Não significa que vá acabar os conflitos. Não! Vão ter muito mais conflitos, mas muito mais vida. Muito mais atritos, muito mais. Tudo que é vivo tem mais atrito, tem mais possibilidades. Alguma vez você foi num cemitério e ouviu discussão entre os mortos? Ouviu brigas? Ouviu algum morto passando e dizendo para uma mulher: “sua gostosa”? Ali que tem conforto. O conforto eterno. A vida não tem conforto, brother. A vida é excitação, explosão, alegria. Isso você tem que buscar. Caminhos têm, eu já te falei do Osho, da bioenergética. Vocês vão conseguir transar todo dia ou quase todo dia. Não vamos rir de piadas. Teremos um riso já dentro de nós como expressão do nosso espírito. Outra coisa para você fazer urgentemente lá pelo fim de agosto. Uma maratona chamada Melhore sua Sexualidade. Vai pipocar?