Amor transgênico

img_6006

Por Milan

O amor está fazendo muita falta em todos os níveis. Não estou falando do amor de um homem por uma mulher, nem do amor de uma mulher por um homem. Estou falando do amor por todas as coisas. A noção de amor que temos, honestamente, não tem sido boa. O amor nasce do princîpio da liberdade. Não consigo conceber amor por obrigação. Não consigo conceber o amor como medo de estar só. Não consigo conceber que isso seja amor. Não mesmo. Isto seria transgênico, praticamente igual aos produtos, mas o sabor, e as consequências, são totalmente diferentes. Essa é uma boa definição. O nosso amor está virando transgênico. Construído nos laboratórios da Internet, do Whatsapp, do Facebook, do Tinder. Não dá pra acreditar! As pessoas entram no Facebook, criam um perfil, mas não colocam a verdade sobre si. Você não se relaciona com uma pessoa real. São fotos retocadas. Isso é engano não é? Você quer atrair uma pessoa retocando uma foto. Chega a ser absurdo! Onde é que está a qualidade disso? Aonde está a verdade disso? Aonde está o amor por si próprio, que é um dos quistos básicos e fundamentais?

Se você quer amar alguém, você tem que amar a si mesmo. O princípio básico é amar pelo que você é e não pelo que se imagina que você seja. Esse pânico, esse desespero em relação ao amor, esse grude, isso não tem nada a ver com o amor. Isso é uma doença, provocada pela transgenia, pela adulteração do amor. Cada vez mais eu comparo com a agricultura porque é um bom exemplo. Cada vez mais usamos inseticida no amor e os inseticidas são: no futuro vai dar certo; você vai aprender a amar o que não existe; amor é dedicação; amor é renúncia; o sexo tem que ser deixado de lado; a verdade não deve ser dita; a raiva não pode acontecer; aceite as desculpas esfarrapadas; você pode ficar sozinho para sempre. Agora chegamos na nova fase que é a transgenia. Somos como uma espiga de milho transgênica porque você não viu a espiga natural. Plantei milho orgânico na Comunidade Osho Rachana e as pessoas ficaram chocadas com o sabor exuberante. Plantei as transgênicas só de “chinelagem”, por experiência. A transgênica é muito mais bonita, mais vistosa, linda, os olhos se enchem, mas não tinha sabor. As pessoas ficaram chocadas e só descobriram isso porque antes tinham comido espigas pequenas, feias, soltando uns grãos, mas de um sabor exuberante. Por isso perceberam a diferença. O problema é que logo a gente esquece. Por que logo tem o estimulo visual, tem um monte de gente o tempo inteiro produzindo coisas para você se desconectar do real e ir para o imaginário. Se acha que estou inventando isso, observe as propagandas de televisão, 99% das coisas que eles apresentam você não precisa. Não vai fazer diferença nenhuma na sua vida, mas de tanto bater na sua cabeça criou essa necessidade. Hoje em dia você tem necessidade de um carro, mas isso é mesmo real? Vamos contabilizar, 2 horas de engarrafamento, R$2000 de seguro, R$1500 de IPVA, garagem, manutenção, e sei lá mais o quê para ter esse maldito carro. Para ficar no engarrafamento, não achar lugar para estacionar. Na verdade isso tudo é um problema, mas a pessoa sem caro se sente pelada. Você já imaginou quanto você trabalha para ter esse carro? Já imaginou?Você não consegue se imaginar sem ele, é parte sua.

Essas coisas vão enfiando você para fora. Esse é o grande interesse. Assim como o amor, nos é bombardeado o interesse da sociedade. Primeiro, o interesse real da sociedade é que você não se satisfazer com o amor. Se você estiver satisfeito com o amor, transando legal, do que você vai precisar? Imagine! Você pode achar que sou apenas um louco desse adeptos do Osho, aloprado, tarado, perverso, luneta, o que você quiser pensar está valendo. Faz de conta que sou isso. Veja bem, faz de conta, porque não sou transgênico e abstrai o que estou falando apenas se você estiver transando legal, conectado com a pessoa, sensível, aberto com a vida. Se assim for, me diga, o que é preciso? Você precisa de um carro do ano? Uma moto reluzente? Um carrinho popular? Vai precisar jantar fora, churrasco corrido, pizzaria? Vai precisar daquela voltinha no shopping? Entrar na loja e acabar comprando sei lá o quê? Vai precisar estar esse tempo todo no Facebook? Mostrar para as amigas como você é feliz, com foto dos lugares e das festas? Quem está feliz está na cara, não está na foto. Quem está feliz, realizado, não precisa nem falar, tem esse brilho natural. O brilho está aí. Quando não tem esse brilho é que precisa estar na foto, na conversa do tipo: “como você é estimulante!” Isso são efeitos dos inseticidas que a gente usou no amor. Assim, a transgenia parece completa. As pessoas ainda conseguem ouvir, mas não registram. Um dia eu ouvi um locutor da gaúcha falando sobre ele e a mulher dele, era um protótipo da transgenia, a maior burrice que eu conheço. O pior é que tem um monte de gente que ouve eles. Não sei se é locutor ou comentarista. Eles falam com uma autoridade: “eu amo minha esposa, sou fiel, não traio”. Parece mais um papagaio. Quem ama sempre tem dúvidas, mas as dúvidas nunca sabotaram o amor. Eu amo você hoje e amanhã, quem sabe? Isso mantêm a chama viva, acesa. Essas pessoas com suas certezas absolutas sobre o amor, hummm…. que não coloca dúvida, não coloca questões, não sei não… O amor real sempre enfrenta adversidades. Eu posso afirmar que amei profundamente algumas mulheres e sempre tive momentos de dúvidas, momentos que apareceram outras pessoas. Nunca separei por isso, conferi historias, minhas parcerias conferiram histórias, depois foi aquele quebra pau, mas minhas histórias ficaram mais fortes. Toda vez que que reprimi, que quis “preservar o amor” foi uma catástrofe. O amor não precisa de defesa, é que nem um pássaro voando livre, livre….. Se você colocar redes em volta ele murcha, perde a majestade, a beleza. Sempre é um risco. Esta é a beleza do amor. Só o transgênico não tem risco, assim como não tem gosto. Esse amor pelo fanatismo religioso é uma falta de amor por si e pelo outros, por isso amar alguém superior a você, alguém que vai garantir sua felicidade.

Esses são os fundamentos e a sexualidade tem um apelo fundamental no amor. Se você olhar um animal no Jardim Zoológico está ali o macho com cara de depressão na jaula. Se você larga uma fêmea ali dentro ele muda de temperamento, a atitude dele muda. Tudo pelo sexo. Ele fica mais bonito, ela mais bonita. Na próxima semana entro mais no como o sexo pode tornar as pessoas mais bonitas e como as perversões surgem da repressão sexual, mas gostaria que você ficasse com esse tema do amor. O que me inspirou a escrever esse texto foi um filme chamado “Guernica”, que conta o ataque estúpido dos nazista a cidade de Guernica. No meio de tanta estupidez existia uma chama de amor, um amor como um ideal, com liberdade. O amor pelas pessoas a sua volta. O filme é um história de resgate do amor. Não como a lei do gerson, onde o importante é levar vantagem. Não! O importante é você se deixar tocar pelo outro. Entra na internet e baixa esse filme. Esse tipo de filme é muito pouco divulgado porque não vende nada. Não dá pra fazer merchandising, não vai vender roupa, moda, aparelhos eletrônicos. Não se tem o interesse em divulgar. Esse é um filme que traz a tona o valor da humanidade. Gostaria que você visse para descobrir o valor da sua humanidade, do seu amor. Compartilha esse filme com sua galera. Saia da transgenia. Usa a porra do seu Facebook para chamar amigos e fazer uma sessão do Guernica. Com certeza você vai gostar! Não aconselho pipoca, ela vai ser indigesta devido ao conteúdo emocional muito forte. Pipoca é distração para engolir o sentimento. Não use. Confia! Vai dar até vontade de dar um abraço nos seus amigos…

Anúncios

Um comentário sobre “Amor transgênico

  1. Ótimo artigo! O mundo necessita urgentemente descobrir o AMOR. Mas para isso é preciso primeiro descobrir o que é o amor, que só pode existir depois da liberdade, como foi bem colocado. Segundo, tem que haver autoconhecimento, ou seja, se conhecer para saber quem é e o que busca e sonha na vida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s