Vergonha é o que mais agrava os problemas sexuais

download

Por Milan

A vergonha impossibilita que você recoheça seu próprio problema. Na minha adolescência fazia pose de que sabia tudo, mas na verdade não sabia nada. Todos os outros guris também eram assim. Na realidade não sabíamos absolutamente nada. Se fossemos perguntar para alguém qualquer coisa a respeito de sexo a pessoa ia olhar com uma cara questionando nossa masculinidade. Por trás sempre estava isso: “Você não é homem?”. Na verdade nenhum daqueles adultos sabia qualquer coisa sobre sexualidade. E isso não acontecia só em Garibaldi, nas grotas. A mesma coisa é em Porto Alegre, Rio de Janeiro, quer mais? Em Nova York é a mesma coisa. Estive lá mês passado. É um analfabetismo sexual absurdo. Mas não se fala a respeito. Esse é o problema.

Provavelmente você já ficou muito ofendido por ter te chamado de analfabeto sexual, mas é o que nós somos. Não discutimos, não conversamos, não temos coragem de comunicar aos nossos parceiros do que gostamos. Não existe nenhuma troca. Se alguém te dá um feedback negativo a respeito da sua sexualidade você sente como se fosse um crime hediondo. Um preconceito e uma vergonha tão grande que nos tornam infelizes. Quem agradece isso são as clínicas que tratam sexualidade e garantem privacidade total. Só que dentro dessa privacidade pode ter uma baita incompetência, mas e aí? Quem vai reclamar de um tratamento sexual que não deu certo? Para impotência, ejaculação precoce? Ninguém. Até hoje a única reclamação que fiquei sabendo foi de uma mulher do Paraná que havia encomendado um tratamento para o marido. Como não deu certo ela parou de pagar as parcelas.

Enquanto a sexualidade for obscura, a loucura vai ganhar. Você acha que sabe, afinal, você leu livros, se informou. Pega um monte de livros de engenharia ou medicina e vê se consegue aprender alguma coisa? Pode tentar. Pega pilhas e pilhas, leia todos. Não aprende. Precisa de um troca direta, uma experiência. Há 30 anos eu faço um trabalho incrível a respeito da sexualidade com resultados comprovados. Você apenas precisa estar presente e fazer seu esforço, a sua parte. A começar pela coragem de falar as coisas. Esse é o primeiro passo e não pense que é fácil. Pessoas muito esclarecidas às vezes levam 10 sessões para falar a respeito dos seus problemas sexuais. Para o cara dizer que tem ejaculação precoce ele fica vermelho, roxo, azul, gagueja, peida, faz o diabo. Imagina a dificuldade que é você conversar com as pessoas sobre isso. Até o homem admitir que ele está com alguma dificuldade, algum problema, ele já piorou muito a situação, de tanto que ele esperou. Eu posso afirmar de boca cheia para todos vocês que a grande maioria dos homens tem ejaculação precoce. Ou você considera que uma pessoa que transa 5 minutos não tem ejaculação precoce? 15 minutos é muito pouquinho, muito pouco prazer. Provavelmente você vai dizer que de acordo com os padrões internacionais da ONU ou da OMS… Ah! Vai chupar um coquinho. Por vergonha vamos diminuindo a nossa sexualidade. A nossa capacidade.

Se eu abrir no Namastê um grupo para trabalhar ejaculação precoce vai ter apenas eu e as pulgas. Impotência… pelo amor de deus! Vão vir menos dez. Você acha que escondendo o seu problema você vai curá-lo? Primeiro, essa profunda vergonha de sexo é o sintoma mais doentio da neurose. Você nasceu de uma relação sexual. Não deveria ter vergonha disso. Esse medo, essa vergonha, já fazem que você comece uma relação sexual tenso e ansioso. Isso já aumenta imensamente a possibilidade de ejaculação precoce, assim como a impotência. Olha que estou me referindo a pessoas esclarecidas. Não estou falando do pessoal do posto de gasolina, da oficina mecânica. Aonde isso vai chegar? Tem uma campanha que dizia que gentileza gera gentileza, seguindo a mesma síntese, insatisfação gera insatisfação. O problema é que essa insatisfação vai ficando cada vez mais pesada e deixando tudo mais tenso numa coisa que não deveria ter complicação. A sexualidade humana não é complicada! Isso é uma grande mentira.

Eu tenho um vídeo no Youtube “Como aumentar sua tesão”. Se você fizer os exercícios que eu recomendo sozinho, sem gastar 1 centavo, sua tesão vai melhorar com toda certeza. Se você gastar 30 minutos por dia. Agora, se você não tem esse tempo e essa energia para fazer 30 minutos de exercício diário, te interna, vai para o zoológico. Você consegue gastar de 4 a 5 horas por dia em facebook ou qualquer outro aplicativo de bate papo virtual. Se continuar assim vai acabar tomando remédio. Se liga urgente porque você está perdendo sua vida. Tenha coragem. Minha experiência pessoal como terapeuta é que basicamente em 30 ou 60 dias, 90% das pessoas melhoram sua capacidade sexual e muito. Existem alguns casos mais crônicos que levam um tempo a mais, mas acontecem! Agora, quando você começa a transar mais saudável você também quer mais qualidade em outras coisas, mais qualidade no amor e assim sucessivamente. Isso é o natural da vida. Você quer um crescimento, uma expansão. E a vergonha é realmente um caos nisso. Você perde toda a sua naturalidade. De deixar fluir naturalmente suas vontades, seus desejos. Ou você acha que seus desejos e vontades são tão podres assim? Se forem podres o outro vai falar. “Oh, trata disso”. Deixar tudo escondido no porão, um dia esse porão explode. Se não explodir emocionalmente, pode explodir numa doença grave. É hora de você se dar conta que é uma bobagem essa vergonha, uma grande bobagem. Isso carrega todo o preconceito com a sexualidade e dentro desse preconceito, desse medo, de encarar a sexualidade como algo vergonhoso, tem que praticar com rapidez e sem conexão. Como se tivesse que praticar rápido aquele ato indecente. Isso acontece no seu inconsciente. São preconceitos introjetados em nós pelo o padre, pela igreja, pela família, pelos amigos. Todo mundo querendo impedir que a gente seja natural. Na real, eles são frustrados e querem que a gente seja frustrado também.

Um casal não consegue sentar de frente um para o outro e falar seriamente sobre sexualidade. A mulher dá a real para um homem? Não dá. Eu sou terapeuta e eu sei que não. Só quando separam. Aí vem uma lata de lixo. Nenhum homem dá qualquer feedback a respeito de uma mulher também. Não. Ele prefere ir para aquelas que considera mulher de lida fácil. Não tem essa comunicação. Não tem essa troca. Como que você vai crescer dentro disso? Você morre de vergonha de uma pessoa que você deita na cama, que você transa, onde você tem uma intimidade com o outro. Como se o outro não notasse seus problemas, seus defeitos. Todo mundo faz de conta que é abobado, cego, tapado, mas quando a relação acaba vem tudo para fora. Eu ouço as críticas mais pesadas, se desde o começo as coisas fossem faladas, a pessoa teria oportunidade de crescer e mudar. Agora, um pacto de silêncio estúpido e burro não ajuda ninguém. Você mantêm sua vergonha, mas o que ganha com isso? Quando você passa na rua todo mundo enxerga uma pessoa satisfeita, realizada? A marca da insatisfação está no seu rosto. Na quantidade de creme que passa. Na andar rígido, a cara sisuda dos homens. Só que normalmente não se fala né? Quem fala? Normalmente gente como eu são consideradas loucas, perversas e sei lá mais o quê. Comece a quebrar esse gelo. Não estou falando para você colocar no jornal ou na rádio. Estou falando para começar com seu parceiro, sua parceira, teus amigos mais próximos que gostam de você, que vão te respeitar. Se a coisa está preta, procura um terapeuta capaz, alguma técnica que possa fazer uma diferença na sua vida. Porque sem prazer, sem alegria, não dá para viver.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s