Namorar só se for com o chinelo do teu pai!!!

13466122_10208960045293867_3875644140659405339_n

 

Outro dia minha amiga veio passar o dia comigo, aqui no Sítio da Comunidade onde eu moro. Veio ela e sua filha de 5 anos.Num determinado momento disse à ela que relaxasse, soltasse um pouco a menina e deixasse ela comer na mesa das crianças. Meio que de nariz torcido ela aceitou. De repente escuto meu amigo, morador da comunidade, dizendo à menina “O quê? Que história é essa que namorar deixa a boca rachada? Deixa a língua rachada?” E a menina insistia que sim, que deixava. Ele continuou, dizendo “olha as pessoas que estão aqui. Ninguém tem a boca nem a língua rachada e olha que aqui todo mundo namora bastante.” E finalmente ele perguntou “Tu gosta de abacaxi?” E a menina disse “Simmmmm, muito”e ele “Pois namorar é dez vezes melhor do que abacaxi.” Gente quem é que fala isso para uma criança? Muito difícil! Normalmente escutamos absurdos como esses de que namorar deixa a boca e a língua rachadas. Namorar só com o chinelo do teu pai. Não sabe nem limpar a bunda direito e já quer namorar. A menina quando transa muda o corpo.E a menina cresce com medo. Afinal o dia que ela transar, todo mundo vai saber. Tenho uma amiga que só foi transar pela primeira vez depois dos 18 anos por escutar essa frase quando era criança!

Outro dia também, na escola onde trabalho, com uma turminha de crianças de 6 anos, veio a menina reclamar de um menino, dizendo que eu deveria deixar ele de castigo por que queria dar um beijo na boca de outra menina.Certamente ela esperava que eu fosse reprimir o menino. Aí eu disse pra ela que não o deixaria de castigo, que tudo bem ele querer fazer isso. E ela “Mas profe a gente é criança.” Quando ela disse isso bateu forte no meu moralismo. Olhei para os lados para ver se não tinham mais adultos em volta, por que dificilmente outro adulto aprovaria minha atitude. Então eu respondi pra ela baseado no que acontecia comigo quando eu era criança e disse “tudo bem. Qual é o problema de dar um beijinho na boca?Eu quando era criança tinha um menino que eu gostava de dar um beijinho assim na boca dele, beijar é bom, é um carinho gostoso.”E essa menina ficou me olhando, de boca aberta, com cara de embasbacada, como se eu fosse de outro planeta. Parece mentira mas muitos pais beijam os filhos com selinho na boca, mas não aceitam que duas crianças deem uma bicotinha.

Lembro também da minha amiga contando do dia em que sua filha, de 7 anos, tinha ficado com a avó. A menina estava no banheiro, tomando banho e encostando a mangueira do chuveirinho na vagina. A avó chegou e reprimiu a menina dizendo que a vagina servia só para fazer xixi. Felizmente ela pode contornar a situação, já que a avó apavorada foi contar que a menina estava fazendo esse tipo de coisa e que tinha que ver o que estava acontecendo com ela. Aí a minha amiga pôde dizer pra sua filha que a vagina não serve só para fazer xixi. Também é para a gente sentir prazer.

Quantos danos…Quando na vida escutamos que namorar é bom?Que é gostoso?Que é dez vezes melhor do que abacaxi?Que a vagina serve para sentir prazer. Eu sei como as coisas funcionam. Outro dia na escola também estava contando a história dos três porquinhos para as crianças e me dei conta do quão reacionária essa história é. O porquinho que constrói a casa de tijolos é aquele correto, que se dedica dia e noite ao trabalho duro e tem um final feliz e sossegado dentro da sua casinha segura enquanto que os outros irmãos, cujo estereótipo são porquinhos que gostam de dançar e tocar violino se dão mal, pois são preguiçosos e construíram suas casinhas de qualquer jeito, já que só queriam curtir a vida. O sucesso está associado ao trabalho, sem prazer, sem alegria. Se ficarmos a vida cantando e dançando seremos vagabundos, sem futuro, sem dinheiro e sem casa. Logo a vida tem que ser essa dureza mesmo. Prazer pode te levar para o mau caminho. Mesma intenção da história A cigarra e a formiga. Gente nós crescemos acreditando nessa merda!!! Então eu resolvi começar a inventar em cima da história dos três porquinhos. Num determinado momento falei que um deles tinha quatro namoradas. Aí foi um alvoroço na sala de aula “Quatro namoradas professora!!! Então ele traia elas”Ai eu disse que não, que elas sabiam e que elas também gostavam de outros porquinhos e tal.De repente um menininho saltou e disse que ele também tinha duas namoradas, que ele já tinha beijado na boca e que ele já tinha até transado.Bom, quando ele disse isso dentro de mim veio uma voz “ta bom turma vamos mudar de assunto”.Mas ai lembrei que outras crianças que conheço que  também brincam de “transar”, de namorar. E eu tenho um puta moralismo, uma puta dificuldade de aceitar isso. Qualquer pedagogo ou psicólogo infantil afirma com toda certeza a importância das crianças representarem através dos jogos simbólicos o mundo adulto. Por isso brincam de casinha, por exemplo, de escritório, de dirigir. Então por que não podem brincar de namorar? É óbvio que é do jeito deles, estão se descobrindo, estão brincando. Provavelmente as crianças tem que brincar de médico escondido por que o sexo em casa é escondido. E eu não estou dizendo para ninguém fazer sexo explicito em casa na frente dos filhos, não me interpretem mal.

Eu na minha descoberta como mulher, trabalhando minhas questões mais profundas na terapia, a respeito da minha sexualidade, fui conversar com a minha mãe. Pois o modelo que eu tenho de amor é apenas casamento, família. Mesmo sem amor e contato humano. Questionei o porquê de nunca ter visto ela e meu pai se beijando, trocando carinho e nem escutado eles transando quando eu era criança. Ela me respondeu que sempre procurava fazer bem rápido, quando a gente já estivesse dormindo e cuidando muito para não fazer barulho. Gente pai e mãe tem que transar assim pros filhos não escutarem. Que tortura!!!E eu cresci sem essa referencia de que barulho de sexo é natural, que sexo é natural, é bom e está incorporado na vida da gente. Que é tão importante quanto trabalhar e ganhar dinheiro. Não estou dizendo para você agora sair dizendo pros teus filhos olha filho sexo é bom, namorar é bom. Mas para você refletir sobre. Teus filhos estão crescendo com que ideia a respeito da sexualidade?Quais foram os conceitos que tu construiu a respeito da tua sexualidade e de que forma isso interfere no teu prazer? Olha que mesmo pensando e me trabalhando muito a respeito disso, quando surge essa discussão com meus alunos eu normalmente sinto um nó na garganta e tenho que atravessar todo o meu moralismo, o meu reacionarismo e minhas repressões e passar para eles a ideia de que é natural, é bom e é uma forma bonita de contato humano.

E se nós apenas permitirmos que a natureza siga o curso natural das coisas? Vivo num sítio onde as crianças são criadas de forma selvagem. Sobem em árvores, sujam os pés no barro, caçam minhocas e outros bichos. Eles crescem seguindo seus instintos naturais. Também brincam de namorar. Claro, isso por que, muitas vezes eles veem os pais namorando. Às vezes escutam dos pais que não vão ficar com eles por que vão namorar. Para eles isso é normal, não é pecado, não é abafado. Palavras como namorar e transar não são coisas ruins ou sujas. É algo que os pais curtem fazer e está incorporado à vida deles. Então as crianças ali brincam de namorar como brincam de correr ou outras coisas. Eles também estão crescendo incorporando essa ideia na vida deles. Não vão crescer com medo de sexo, de contato humano, do amor. Imagina a diferença que isso vai fazer na vida deles?Imagina a diferença que poderia ter feito na tua vida se tu crescesse escutando que namorar é bom ao invés de: Cuidado, se ficar mexendo no pinto ele vai apodrecer e cair.

Por Manindra

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s