Quer coisa mais bela?

… que seu coração abrindo a porta e a janela…

Este é o refrãozinho de uma música da primeira Gincana Namastê, em 2004, feita pelo Nilson Chaves de Belém. Te convido a entrar nessa viagem.

gincana

Por Prem Milan

Dia 28 de dezembro de 2014. Meia e noite e meia. Pausei um filme, fui tomar um copo dágua. Voltei. Fiquei olhando apaixonadamente meu neto Caetano. Impressionante o relaxamento, o seu dormir é mágico. A inocência estabelecida naquele rosto me deixa embasbacado. Olha a delícia que é o ser humano, que criatura! Sinto seu cheiro, toco seu cabelo e acaricio seu rostinho. Cara, eu sinto tanto amor, como nos momentos de maior paixão por uma mulher. E eu achava que isso não era possível. Quer coisa mais bela? Fico chocado em ver como a gente perde o essencial da vida em troca de coisas tão banais. Ainda mais perto disso. Respiro fundo, sou grato a mim mesmo por estar com 59 anos e ter essa percepção, essa sensibilidade. Por sentir o que é essencial. Respiro novamente e penso: como é bom não ser uma pessoa carente”. Sou grato por ter fuçado tanto na minha vida. De repente ele acorda, me olha e diz:

Eu sou de uma facção do FODA (Facção Ousadia Do Amor – equipe da Gincana Namastê). Tenho uma reunião no Namastê. Tem um elefante também. E de vez em quando eu sou Danadis (outra equipe)”.

Essas palavras entram no meu ouvido de maneira mais encantadora que qualquer composição de Mozart, Beethoven ou Chopin. Ele continua me olhando e pergunta: “Por que parou o filme”? Sou o único que não está em nenhuma equipe da gincana do Namastê neste ano. Então, vendo as filmagens, estou olhando tudo de fora, assistindo as pessoas pra cima e pra baixo… Te digo que estou absurdamente impressionado com o que está acontecendo, é simplesmente indescritível. Não é por acaso que meu neto, com 2 anos e meio, está tão ligado na gincana.

Gente, é muita energia! Você nem consegue acreditar! Eu fui fazer o almoço nesse domingo. Fiz carne de panela enquanto todo mundo estava ensaiando teatro e música. Fiz comida pra caramba! Não sobrou nada. E só à noite me dei conta que, quando fui fazer uma sopa, tinham 130 pessoas para jantar. Isto num final de semana, num domingo à noite. Aí, numa viagem premiada, eu olhei pra trás e vi tudo o que passou.

Cara, a gincana começou no início de novembro. Quase todas as noites tinha reuniões entre as equipes para definir tema, preparar apresentação e tudo mais… Eu tenho uma namorada que está na equipe. Nestes dias, tem sido muito raro encontrá-la. Cheguei a ficar puto: “Porra, toda hora reunião!” Mas ela sempre vinha com uma energia amorosa, tão bonita, tão expansiva que me “desarmava e minha raiva ia embora rapidamente.

Fora esse pessoal fazendo toda a criação… Que energia movida! Era muito impressionante a dedicação de todos. Se meu pai visse aquilo, diria: “bah, se usassem toda essa energia para trabalhar, renderiam muito!”

Gente, é o desafio que faz as pessoas estarem vivas. Cada um foi se experimentando e se permitindo criar coisas. Criaram apresentações magníficas, lindas, mesmo com a polícia atrapalhando, mesmo com as apresentações prejudicadas pela chuva… Ainda assim, as pessoas estavam felizes, radiantes. E não parou por aí. A energia só aumentou com os temas do teatro, músicas e das paródias magníficas que fizeram. Aliás, as paródias vamos filmar e disponibilizar para você. É o mínimo pois são obras de arte magníficas, uma delas, grande homenagem ao nosso querido Raul Seixas.

]Aí eu vou me acostumando com tanta vida a minha volta.

3h30 da manhã. Minha namorada me acorda aos beijos para fazermos amor. E é óbvio que eu acordo. Pensem… Mesmo ela ensaiando e criando o tempo inteiro, ainda chegava cheia de energia. Eu vivo em uma comunidade, estou acostumado com muita vida na minha volta. Mas confesso que nessa gincana está demais.

Domingo de natal, dia 25, tínhamos dois grupos ensaiando no sítio e outros dois, na cidade. Mais de 20 pessoas ensaiando em pleno domingo de NATAL!! Que amor, que tesão. Quanta vida!

E o fim de semana depois? Gritos de ensaio, confrontos, conflitos, criação de músicas, ensaio de peças… No sábado, o dia inteiro. Domingo, idem… É um porre enorme de energia!

Cara, a vida existe. Aí quando eu vou pra cidade e olho as pessoas cabisbaixas, se movendo rapidamente, sinto um choque tão grande. É chocante a diferença porque pra mim a vida é possível e incrível. Quando o ser humano se arrisca, começa naturalmente a desbloquear sua energia e a criar tanta coisa bonita. Se você andar na comunidade Osho Rachana, vai se sentir num oásis! Você estará, de fato, num oásis! É gente compartilhando, se abraçando, chorando, sorrindo. É muita, muita vida!

Eu sei que você não acredita. Pra ti, provavelmente eu estou aqui fazendo uma propaganda. Não… A gincana está lotada. Estou, inclusive, olhando para a lista de equipes. A equipe FODA tem 40 adultos inscritos, 5 adolescentes e 10 crianças. A CLÃ, 38 adultos e 7 crianças. O Mundo dos Loucos está com 35 adultos. A Danadis, com 43 adultos e mais quatro crianças. São 156 adultos, 17 crianças, 5 adolescente e mais 10 pessoas a confirmar. Propaganda? Não, obrigado, está lotado.

Este ano não “puxamos” mais as pessoas. Elas vieram porque quiseram. E descobrimos que muita gente legal veio. Mas estou te falando isso pra você voltar a acreditar na vida.

Repito: Volte a acreditar na vida.

Na gincana não tem mais vaga… Mas você pode se alimentar depois dos filmes e do conteúdo que toda essa galera traz. Talvez você ache que acredite na vida. Mas você acredita numa vida tão pequena, tão vazia, tão sem sentido porque talvez não tenha uma referência maior. Aqui nós temos uma referência muito bacana, muito bonita. E simplesmente queremos ser um polo que emana vida, consciência, prazer e meditação. Que todo ser humano tenha direito de amar e de ser amado. Que em 2015, a tua alma tenha forças para vencer o teu EGO e impulsionar teu ser para crescer e amar de verdade.

Anúncios

Eu não quero uma mulher virgem

women-violence_barbados

Por Prem Milan

Esta é a verdade! É uma verdade muito profunda! Porque, na real, estou muito chocado com a atitude dos homens! Se vocês viram nosso post anterior, os grandes caras de ejaculação precoce bombaram. E eles se acham, mas se acham mesmo! Simplesmente continuam sendo “os caras” devido a imensa carência que as mulheres trazem de suas relações com seus pais. Porque são os pais delas que garantem que os homens tenham esse poder de rejeição.

Mulheres acordem! Por favor, acordem! Você estão cada vez mais frustradas sexualmente e infelizes! Está na hora de se bancar perante os homens! É uma coisa absurda. Pensamentos tacanhos, 2014, em Porto Alegre, tida como uma cidade moderna e com bom nível cultural… Aqui, várias mulheres não participam de atividades como dança e teatro porque seus namorados não querem, porque ELES vão se incomodar, não ELAS.

Vejamos os dois lados:

Homens:

Vocês querem uma mulher virgem, daquelas que te consideram tudo, que te acham a única referência na vida delas. E de preferência que só tenha transado contigo! Isso é absurdo! Na verdade, isso vem de um sentimento de inferioridade muito, mas muito grande. Porque lá dentro, você se acha uma merda de homem, e provavelmente é. E lá no fundo, você vai levar a vida inteira nessa insegurança. Fazendo sua história de amor virar tragédia. Você vai passar a vida inteira limitando sua parceira, tornando-a pobre sexualmente. Isso não é piada! Pode ser que aconteça de maneiras sutis, mas é o que rola. Mesmo que você acredite que contigo vai ser diferente.

Se teu cérebro funcionar um pouquinho ainda, você sabe que uma mulher que transou com poucos homens vai ter sua sexualidade pouco desenvolvida. É uma freira, uma virgem!  Onde está a graça disso? Sexo é bonito quando a pessoa desenvolve cada vez mais sua capacidade. Eu conheço esse sentimento porque eu era um idiota que pensava assim. Cheio de preconceitos, cheio de idiotices. Daí eu tive uma parceira que tinha doutorado em sexualidade. Eu transava com ela e me sentia um lobinho. Sabe o que é um lobinho, dos escoteiros? Pois é…

Por um lado eu ficava muito puto pela habilidade sexual que ela tinha. Mas ao mesmo tempo, ela me proporcionava êxtases incríveis! Graças a Deus! Ou melhor, a OSHO! O êxtase ganhou minha cabeça tacanha, medíocre, pobre, chauvinista e tudo o mais. A covardia que os homens tem em dar um passo em relação à sexualidade é um crime. E vão submetendo as mulheres a tamanha miséria sexual. Elas tinham que se rebelar de verdade contra esse preconceito! Exigindo mais orgasmo, mais tempo de duração nas transas…

Os homens se dão bem devido à carência de pai que as mulheres têm. Se fosse diferente, não haveria tantos caras rodando por aí… Onde já se viu, um homem dizer para a namorada “eu fico com ciúme se você dançar e os outros homens lhe verem”?! E daí seu idiota? Prefere namorar um canhão? Você deveria pedir desculpas por não conseguir transar por mais de uma hora e ejacular, não ficar reprimindo a tua namorada… Toda mulher precisa de muito mais tempo para ter prazeres mais profundos! Por isso os homens mantém a sete chaves essas “mulheres de Atenas”. Assim, eles eliminam a concorrência para continuarem sendo medíocres. Só que desde já te digo, Sr. NAMORADO IMPORTANTE, você nunca vai experimentar os prazeres profundos da sexualidade e a suas conexões com o coração. Você fica reprimindo a sua mulher fazendo dela uma freira, enquanto sonha com as putas! Isto quando não frequentam os puteiros…

Em época de férias, em que as mulheres ficam mais na praia, é a época em que os puteiros mais bombam. E todos esses que reprimem suas mulheres, agindo com ciúmes, são os principais frequentadores dos puteiros. Digo isso porque eu os conheço… Conheço muito bem os puteiros. É uma relação extremamente louca.

Homens, acordem! Vocês deveriam estar quebrando suas dificuldades e crescendo com suas mulheres.

Eu JAMAIS desejaria ter uma mulher virgem. Elas não sabem transar, é ruim, as machuca. Os primeiro gemidos não são de prazer, são de dor. Não tem a menor graça, é uma tábua!!

Mulheres:

Até quando vão deixar de ser pessoas para serem chaveirinhos de homens medíocres? Só homens medíocres transformam suas mulheres em chaveirinhos! Você provavelmente diz que não. Olha na tua volta! Contigo vai ser diferente? Olha as tuas amigas, tuas irmãs, tua mãe…. Contigo vai ser diferente por quê? Óbvio que não. Vai ser uma namoradinha careta e satisfeita. Nenhuma a pomposa conta bancária desses idiotas vai te satisfazer. E acho bom mesmo você se reprimir. Se reprima bastante!

Até te ensino exercícios para te reprimir. Você tranca a respiração e tensiona a vagina e o ânus todos os dias. É bastante eficiente na repressão da tua tesão. Aí dificilmente qualquer homem vai conseguir tirar tua vagina da tumba. Assim você vai acabar se separando porque encheram o saco um do outro. Sim, a separação será inevitável. Olhe para o mundo… E ai você será uma das tantas mulheres que eu ouvia nas sessões individuais chorando, urrando de raiva por ficarem por sete, oito, vinte anos se dedicando a um homem, tornando seus corpos flácidos, cheios de celulite, sem vida, tenso e nenhuma tesão. E lamentando que seu grande homem trocou você por uma mulher 15 ou 20 anos mais nova. E essas meninas adoram um cara de mais idade porque é mais fácil projetar a figura do pai e tapar o buraco infantil. Na real, esses homens ficaram insensíveis na relação com as mulheres e continuam porque simplesmente querem um pedaço de carne. Você nem quer correr o risco de se sentir atraída por outro homem, ou até mesmo transar com outro homem, porque você não quer descobrir o babaca com quem está. Você não quer descobrir que o que você tem em casa é um vazio. Mas não se preocupe. A realidade um dia vai te trazer essa verdade.

Se um homem não respeita a tua vontade, a tua liberdade, ele não te ama! Amar é querer o bem do outro, a evolução do outro! Se você curte algo que ele não curte, e se ele te reprime é porque não te ama. Ele quer o teu mal. Assim como os pais que ficam reprimindo os filhos na sua beleza, no seu prazer, na sua alegria, no seu amor. Depois serão adultos perturbados e neuróticos que vão viver as mesmas situações.

Acorda! É tua liberdade! Desenvolva tua sexualidade. Vale muito à pena. Não vale à pena ser uma mulherzinha de Atenas! Por favor… Chico escreveu essa música há 40 anos, o que significa mais de doze mil dias. E agora você vai continuar sendo a mesma anta?

Vi que uma mulher me ouviu dizer isso e “torceu o beiço”. Porque têm muitos palavrões… Meus palavrões são florzinhas perto da submissão que vocês vivem. Perto do chocante desprezo com que são tratadas. Isso sim é ofensivo. Meus palavrões são libertadores, denunciadores dessa escrotice. O pior de tudo é que teus futuros filhos vão aprender que mulher é essa coisa…

Você deve ser uma rebelde, mas em função do amor. Não é negando teu amor, negando tua sexualidade. E sim vivendo ela, em êxtases profundos. Se você fizer isso, os homens vão ter que te acompanhar. Daí você vai ser mais feliz e teu parceiro também. Serão seres humanos muito mais completos e livres.

É tão triste ouvir essa frase: “meu namorado não vai gostar”… Daqui a algum tempo, vocês vão se deixar e terão muitos arrependimentos. Sou terapeuta há mais de 30 anos, e é isso o que mais vejo. Os homens normalmente se tornam insensíveis e vão procurar carne nova. Porque todos esses repressores tratam as mulheres assim, como um pedaço de carne. Pare um pouco e reflita. Honestamente, busque ajuda o quanto antes. Se não daqui a algum tempo você estará tomando comprimidinho para controlar humor, enxaqueca, depressão, TOC, falta de atenção e tudo mais.

A vida é bela. Se não está sendo, a responsabilidade é tua. Pode culpar teus pais (que, sim, são culpados) e quem mais quiser, mas você não está se libertando porque quer comodismo, porque quer viver se escondendo dos teus medos, para poder dizer que tem um homem…

Ejaculação Precoce

Um pacto de controle entre homem e mulher

ejaculação precoce

Por Prem Milan

Sou terapeuta há 30 anos. Desde abril/maio de 1984. Todo terapeuta ligado ao OSHO sempre tem um trabalho vinculado à sexualidade. OSHO foi um mestre tântrico e sempre a trabalhou. Sempre percebi que muitos homens buscam ajuda neste aspecto, mas poucas vezes ouvi queixas das mulheres. Ou talvez eu não prestasse muito atenção. Ou quem sabe, elas não gostavam muito de falar.

Na última sexta à noite, durante um workshop de fim de semana, questionei despropositalmente uma moça. Perguntei se nas relações os homens ejaculavam precocemente muitas vezes. Eis que ela me respondeu com convicção que sim. “Mais da metade! Às vezes broxam também”. Pensei cá comigo “que azarada”!

Mas aí eu resolvi estender a pergunta para as 18 outras mulheres que estavam no grupo. Fiquei chocado ao ver que 16 mulheres das 18 afirmavam que os homens, na maioria das vezes, ejaculavam muito rápido ou broxavam.

Eu fiquei meio sem jeito, boquiaberto, olhando para a cara de outros homens, meio que não acreditando. Parecia uma fantasia. Tentei me lembrar da época em que era mais jovem e, realmente, não se comentava sobre isso. Estendendo o papo, ouvi que relações de 10 minutos não são consideradas ejaculação precoce! E me desculpe, gente… Eu considero SIM. Pare um pouco e reflita…

Acredito que o mínimo aceitável para uma relação satisfatória são 30 minutos.

Quem trabalha com Bioenergética sabe que não é uma situação difícil de reverter. Eu considero simples… E porque que esses homens não pedem ajuda?! Porque preferem fazer essa postura de forte? Que estupidez! Estupidez maior das mulheres por aceitarem isso! Mulheres, porque você aceita isso?

A ignorância a respeito do fato é grande, tanto por parte dos homens, quanto das mulheres.

Provavelmente você deve estar cheio de críticas a mim por estar expondo tudo isso. Quando as minhas transas duram menos que 30 minutos eu deprimo. E te digo que isso é um fato muito raro! E sabem por que? Talvez você pense que eu seja aquele machão potente, fantástico e incrível… Bobagem. Não é nada disso! Eu simplesmente trabalhei minha pélvis. Descarreguei meus sentimentos de raiva, dor e medo que represava desde criança, devido a uma educação preconceituosa!

A ejaculação precoce tem tudo a ver com a tensão emocional que é carregada na pélvis. Quando você sente medo do sexo, você tensiona tuas coxas. Só que isso você fez muitas e muitas vezes. Quando você sente tesão e não pode vivê-lo, você contrai a musculatura da bacia e do púbis. Isso ocorreu milhares de vezes na sua história e essa musculatura ficou tensa. Cada vez que você teve medo de perder o controle da tua tesão, você travou tua pélvis pra trás para segurar. Isso tensionou toda a musculatura da virilha e nádegas. Então, estas regiões viraram um bloco tenso. Uns mais, outros menos. Esta é a origem da ejaculação precoce.

Quando você fica a fim de alguém, vem a tesão. Quando você vai transar, a tua pélvis está tão carregada desses sentimentos, que não cabe mais nada de energia. E num simples aumento de energia você já ejacula. E quando as relações sexuais são vinculadas a sentimento isso piora. É por isso que médicos dão remédios, para você ficar insensível e, desta maneira, retardar a ejaculação.

Usando Viagra você se torna insensível emocionalmente e teu pau funciona. Mas vira um robô! Uma máquina transando. Você não tem orgasmo, não tem prazer. O prazer neste caso é do tico e do teco porque você conseguiu funcionar, mas não tem graça nenhuma. Por isso que os homens são tão preocupados com a sexualidade da mulher. Querem a todo momento saber se ela está gostando ou não. Porque na verdade os homens não conseguem ter prazer, sentir orgasmo. Eles têm uma satisfação do EGO porque conseguiram gerar prazer pra parceira. Mas isso é uma satisfação dos neurônios. Não é do ser…

A questão do tempo de duração da transa é muito importante. Pelo lado masculino, se uma transa durar uma hora, a satisfação é muito maior, a energia gerada é muito maior. Só que tem um risco: quando começa a passar de um certo tempo o homem começa a ficar mais sensível, começa a perder o controle, deixa de lado a dominação, começa a se derreter. Muitas vezes ele vai se sentir entregue na mão de uma mulher e por isso ficar apavorado. Apesar de ser extremamente prazeroso, extremamente gratificante, extremamente suculenta a situação, o homem tem medo. Ele sente isso porque a primeira vez que viveu essa abertura e entrega foi com a mãe e de certa forma foi machucado. Por isso, cada vez que essa entrega acontece, soa um alarme de perigo.

Assim os homens evitam isso… E as mulheres não cobram isso deles e nem os ajudam para que isso aconteça.Elas também temem essa potência sexual porque também vão se sentir mais livres, mais soltas, mais preenchidas com essa potência. E também vão perder o controle. E aí ela vai se cagar de medo disso porque quando esteve entregue ao seu pai, ele provavelmente a rejeitou, não deu bola, a manipulou. Aí ficam dois seres humanos administrando sua sexualidade na pobreza, na mediocridade.

Sei que a maioria de vocês deve estar fazendo cara de entendido, “Ahh, eu concordo”. MENTIRA! Sexualmente vivemos fazendo um jogo estúpido, pois o ego masculino se sente muito ofendido quando o pau não funciona bem. Mas em vez de ter humildade e buscar uma ajuda…

Fazendo exercícios pélvicos em Bioenergética e abrindo o meu coração, eu em pouco tempo, quadrupliquei minha capacidade sexual. Ela muitas vezes só está bloqueada, continua existindo, intocável. Na infância e na adolescência, foi pela repressão, na vida adulta, é graças a tua estupidez!

Se está se sentindo ofendido, você devia ficar puto com a sua teimosia, com a sua burrice, com o seu masoquismo de gostar de sofrer. A cura disto não é complicada, não é complexa. Agora, se você tem vergonha, vai te esconder na saia da tua mãe! Porque vergonha é coisa de criança. Vai procurar um lugar escondido lá na galeria do rosário. Tomar pílulas de médico e injeção no pau. Ou tome Viagra ou Cialis e não sinta porra nenhuma.

Você é um ser humano. O sexo sem o derretimento, sem a conexão emocional com o parceiro ou parceira, é absolutamente sem brilho. Este sexo mecânico de performance é bom para executivo cheirador de cocaína. Estes que já ficaram escrotos pra caralho e não tem nada a perder.

Você, que tem uma chama, busque ajuda. Estou falando de 30 minutos. Tua capacidade pode ir mais longe… Para 1h ou 1h30. Isso é um crescimento esperado a médio prazo. A capacidade final do homem é ser tântrico. Mas o primeiro passo é: homens e mulheres acabem com esse pacto escroto de proteção. Na verdade, vocês são cúmplices na desgraça um do outro.

O PT trocou o amor por dinheiro e se ferrou

download

Por Prem Milan

Não fique muito faceiro porque você faz o mesmo! Você troca o amor por segurança. E por outras coisas mais que podemos falar no decorrer do texto. Eu começo com essa questão porque, segunda-feira, 8 de dezembro, houve a abertura da Gincana Namastê. Quem tem olhos pra ver, enxerga como é nítida ali a capacidade pro amor e pra entrega. O amor que as pessoas colocaram naquelas apresentações é algo simplesmente contagiante. Tocante. E, no meio do espetáculo, como todos os anos, vem a brigada nos encher o saco, mesmo a gente tendo a autorização da EPTC. Questionando o brigadiano o porquê do empecilho, ele disse “tem gente que liga direto aqui pro comandante, aí nós somos obrigados a vir”. O jogo de influência vem sempre na frente dos direitos dos cidadãos.

Mas voltemos ao que interessa. É preciso um amor muito profundo para fazer aquela apresentação. Meio indignado com o acontecido, eu peguei o microfone e fiz um comercial bem bonito: “Obrigado Petrobras. Por nunca ter dado dinheiro ao Namastê. Obrigado Gerdau por nunca ter nos ajudado, obrigado RBS por nunca ter divulgado, obrigado aos planos de governo de cultura por nunca ter nos ajudado!”

Este é o nosso espírito. Cada pessoa que participa da Gincana racha todos os custos das fantasias e outros materiais. Cada um tem uma cota igual. Para participar disso aqui você tem que ter amor, e não ser miserável! As pessoas estão se cotizando e dando um monte de energia. Durante várias noites ficam até 3, 4 horas da manhã criando, ensaiando… E no dia seguinte estão felizes por estarem preenchidos, eles não acordam mal-humorados. Eles têm orgulho daquilo que estão fazendo. Por isso vão à rua, para dar este presente a você.

Eu sei que você valorizaria muito mais se fosse o bola da vez, a gostosa da moda. Esses seres de plástico que não sentem nada e fazem as coisas por quantidades polpudas de grana e te passam uma noção equivocada do que é amor, do que é emoção de verdade. Aqui, tem gente sentindo de verdade. As lágrimas, quando acontecem, são reais, os medos são reais, o amor e a alegria são reais… Eles treinam sim, a sincronia, os movimentos, a beleza. Mas o sentir não!! O sentir vem de uma escolha e também de um trabalho de se abrir. Eis a diferença!

Lamentavelmente eu sei que você prefere as praias lotadas de Garopaba, o Rosa e a Guarda, com muita maconha, cocaína e trago! E mais algumas coisinhas na veia para aqueles que não conseguem disfarçar a frustração e precisam de coisas mais fortes.

Há 13 anos, o meu lugar é no Cantagalo. Com esse time de gente que sua, gente que vibra, gente que tem a alma nua! O sabor é outro! Nós não somos beatos. Droga não entra, se pintar com droga vai ser enxotado. Cerveja e alguns traguinhos, tudo bem, mas ninguém fica de porre para festejar. Muito amor e muito encontro, isso sim! A gente na Gincana NAMORA muito, mas muito mesmo! Esse é o nosso esporte predileto, feito com inocência, com amor e com abertura. E nós podemos falar porque não somos pessoas pornográficas, não precisamos esconder nada, nossas relações são limpas, claras.

Compartilhar nesse nível é outra coisa. Mas, se não é a tua praia, faz o habitual e troca alegria e espontaneidade por ilusões; troca aventura por caminhos canalizados, depois reclamem por todas as coisas.

Ou então você pode vir para cá, mas aqui você vai passar por um processo. Você vai sentir muito, e talvez isso dê novos rumos para a tua vida, porque aqui a gente tem conteúdo. Aqui a gente vive o amor, não dos beatos, dos espiritualistas, porque o amor é um movimento ousado que muitas vezes move alegria, tristeza, raiva, transformação…

Agora voltando ao PT lá do título, dói na minha alma… eram vários garotos que, como eu, amavam o PT e o LULA… Me lembro até hoje. Fazíamos qualquer coisa porque nós acreditávamos. No começo, em 81, 82, éramos muito poucos. Cada carro que passava na rua com uma propaganda do PT era quase uma festa. Eu contava em POA quantos carros via num dia. Para tudo nós puxávamos dinheiro do nosso bolso. As primeiras bandeiras eu paguei do meu bolso. Eu fiz na costureira. E depois conheci milhares que fizeram isso na campanha de 89. Isso começou espontaneamente, o PT não fazia bandeira, era nós que fazíamos.

Em 89, nós não recebíamos um centavo para estar na esquina com as bandeiras, íamos por amor. Noites inteiras colando cartazes, sem vinculação nenhuma com candidato. Hoje, pagam e mandam os cargos de confiança com cara de cu nas esquinas. Antes era alegria, discussão, amor. Agora são bonecos pagos ou beneficiados, com pau na mão.

Em 89 a população brasileira abraçou a campanha “Lula Lá”. Aquilo era lindo. Em Porto Alegre tinham 20 ou 30 carreatas espontâneas não organizadas pelo partido. O momento mais emocionante foi Gil, Caetano, Milton e Chico cantando “Lula lá”. E para nós, gaúchos, foi o comício puxado por Lucélia Santos, onde chorávamos de emoção aos milhares, com Lula, Brizola juntos e mais o amor de 100 mil pessoas por um sonho. Quer coisa mais bela?

Agora liga na novela da Globo.

Perdemos para o dinheiro da corrupção… O que dizer dos companheiros de hoje que estão junto com o Collor? Tenho vontade de vomitar. Vocês abusaram! Sarney, Calheiros… Nossos estômagos não aguentam mais! E, depois, Lula perdeu para as manipulações e corrupção de FHC e seu maravilhoso PSDB. Aí, Lula e cia lamentavelmente viram que o amor não vence o dinheiro, não vence o preconceito, não vence a cafajestice. A lição está nos ensinando que o caminho para chegar a algum lugar é tão importante quanto o objetivo. Caminhando por trilhas escusas, o objetivo acaba ficando escuso. Infelizmente resolveram adotar o método da política de sempre: cheia de jogos, deixando o amor de lado, trocando benefícios para chegar ao poder. Só que ao adotar posturas assim, eles invadiram seus próprios inconscientes. E lá dentro a corrupção achou o combustível perfeito para se alastrar de uma forma lamentável.

Não adianta dizer que o pessoal do PSDB é pior. Isto não basta. Precisamos ser diferentes. E não estamos conseguindo!

Ex-companheiros! Por justiça a milhões de corações que acreditaram, resgatem essa história! Parem e olhem a grande MERDA que estão fazendo, a grande DECEPÇÃO que estão causando. A grande traição ao amor daqueles garotos, hoje homens. Eu me sinto extremamente traído. Só que eu não desisti do amor! Onde estiver uma chama do amor, eu estou. Parei com a militância direta em 90. Acreditei até o segundo governo de LULA, mas busquei caminhos fora da política. Desde 87 venho fazendo a revolução em mim mesmo.

Eu sei que todos os venenos que corrompem o ser humano estão aí. Quem voz fala é aquele cara que junto com alguns amigos de faculdade, lançou aquela campanha de pôster do Chaplin, do Che, do Lennon, entre outros, em 1979, para juntar fundos para o PT. Campanha em que todo mundo se engajou pra vender. E quem comprava, comprava pelo gostinho de estar fazendo parte de uma causa justa, bonita.

Naquela época, de 79 a 82, não sei quantos foram vendidos. Talvez milhões. Era muita gente se engajando em todo o Brasil. E gerava muita grana, dinheiro limpo, tostão por tostão de milhares de pessoas. Esse dinheiro vinha com a energia do amor, da alegria. Suficiente para coisas básicas. Eu sei que as empreiteiras dão mais, mas eu considero sujo. Pode ser legal, mas é imoral do ponto de visto do amor e da dignidade. O dinheiro dos tostões só trouxe coisa boa.

A multinacional que detinha os direitos autorais de um dos pôsteres, nos encontrou 5 anos depois, e não queria nos processar… Queriam saber como a gente tinha conseguido criar uma rede invisível, vendendo pôster no anonimato. Pois tentaram nos achar e nunca conseguiram. Na época eu ri… Disse que nós eramos malandros. Sabe o que eles fizeram? Me ofereceram os direitos autorais do Garfield na época para divulgar em todo o Brasil.

Podia ter ficado rico. Mas sabe qual foi minha resposta? “Não estou interessado”! Não ia fazer nenhuma diferença na minha vida. Eu precisava de amor, não de dinheiro. Virei as costas e fui. Depois fiquei pensando em como o amor é forte, como nos protegeu durante todo esse tempo.

Você Lula. Eu te conheci e muita gente te conheceu tocando nossos corações. Você é um cara incrível. Chorávamos nos teus comícios, nas fábricas. Você tocou profundamente o coração de milhões de brasileiros com sua simplicidade. Sua trajetória é de uma dignidade sem precedentes na história do Brasil. Você foi o presidente mais querido deste país. E talvez o mais competente. Por favor, não deixe a omissão manchar seu currículo. Você está se omitindo nesses escândalos todos. Pare com isso! Não manche essa trajetória fantástica que você teve. Admita seus equívocos, seus erros e acabe com essa corrupção. Eu sei que apenas a partir dos teus governos é que a polícia federal pode investigar, inclusive os próprios governantes. Antes isso era impossível! Mas isso não nos dá o direito de hoje fazer vista grossa para os fatos! Seus méritos são méritos. São atribuições, são conquistas, mas não são salvaguardas para cometer erros, assim como o fatos de vocês terem melhorado muito a economia do Brasil nos primeiros anos, não vos dá o direito de agora afundá-los. E nem mesmo, aos nossos companheiros, de tirar vantagens de certas políticas econômicas. Esses créditos tem que ser dado como méritos. Tem que ser festejados e alardeados, mas tem que parar por aí.

Então, LULA & Cia. Ltda, por favor, façam “mea culpa” e limpem toda essa merda. Paguem as suas dívidas por seus erros. Resgatem o amor que existia no sonho de uma causa. Nos devolvam isto. Por que nós, em milhões, lhe demos esse poder. Retomem o caminho do coração no PT e em suas vidas. Nossos filhos e amigos terão orgulho. Saiam desse jogo ridículo de poder. Larguem essa merda de status. Como puderam se juntar a tantos cafajestes?

O PT de São Paulo é podre! Aliás, São Paulo produz mais reacionários do que a indústria automobilística produz carros. Eu tenho orgulho do PT – RS porque conheço Olívio, Raul e Tarso e sei que corrupção com eles não cola. São limpos. Mas, sim, fizeram outras grandes burradas porque também viraram as costas ao amor.

E se quiserem, posso ajudar bastante, assim como tantos daqueles garotos que amavam. Terão muitas dicas de como criar algo com amor gerando dinheiro limpo.

E para você que está aí sentado, talvez julgando, perplexo ou mesmo feliz por alguém estar falando isso, eu ensinei uma frase para o meu neto Caetano: “move your ass”.

A respeito do tantra

tantra_mass

Por Prem Milan

Existem livros, teorias e mais teorias a respeito do tantra. Existem templos na Índia em referência ao tantra. Mas o ser humano com sua ganância, com sua vontade de TER as coisas, de DOMINAR as coisas, nunca respeita o movimento da vida! Aí o cara ouve falar que existe um tipo de relação sexual que pode durar 10, 15, 20 horas, em que o homem não ejacula e que a mulher tem muitos orgasmos. E passa a querer isso. E não há problema em querer, nenhum, mas é tua mente com sua ganância, que está querendo. E isso já começa a ser frontalmente contra o tantra, pois o tantra é fluir, é entrega. Ele só acontece quando você sai da mente. Uma cabeça focada no pensamento jamais vai conseguir entrar nele. Aí é tantra falsificado. O que acontece é uma yoga para você se sentir mais poderoso, o cara que fez a mulher teve vários orgasmos. A questão é que por mais orgasmos que ela tenha tido, não está preenchida. Ela vai ficar babando pro cara, assim como poderia ficar babando por um bom vibrador. Sim, é um exagero, mas naquele momento o homem se transformou num vibrador humano. Quem teve o prazer, na real, foram o EGO, o tico e o teco. Eles estão felizes! Conseguiram transar 5 horas! A mulher teve 4 orgasmos!!!” E as pessoas ficam embasbacadas. Meu deus eu quero ter também!” “Vamos fazer um grupo de tantra, desenvolver técnicas de tantra”… e assim vai. Isso é GANÂNCIA. A postura do tantra perante a vida é de entrega e inocência. É partilhar! É profunda troca. Já experiência tântrica é outro papo.

Um ato sexual tântrico é profundamente PERTURBADOR. Não é algo fácil porque a gente perde a noção do tempo e do espaço. Teu EGO dá uma girada em STAND BY e por muitos momentos você não sabe se está extasiado ou louco. Os sintomas de bem-aventurança e de surto são similares! Porque tanto num, quanto no outro, há uma ruptura do EGO. O EGO dança! As sensações são semelhantes e posso te afirmar que as sensações não são fáceis. Você tem que estar enraizado, com os pés no chão e ser muito verdadeiro. E mesmo assim, percebe que um passo em falso e já era, entras em perturbação. Quem leu o processo de iluminação do OSHO vai ver que é maravilhoso, mas não fácil.

Vou falar sobre e minha experiência pessoal com o tantra… Foi numa bela tarde de janeiro, lá pelas 17h.

A situação era a seguinte: nove meses após uma separação em que fui profundamente rejeitado, entrei num buraco daqueles. Passei um mês chorando, desesperado. E me lembro até hoje do momento em que comecei a sair do buraco. Eu, deitado no sofá, derrotado, com lágrimas nos olhos. Meu filho, de 4 anos, me estende a mão e diz: “Pai, levanta, eu te ajudo”. Aquilo retumbou tão forte dentro de mim que no dia seguinte começou o meu renascimento. Passei a praticar diariamente meditações ativas do OSHO, bioenergética, e dehipnoterapia. Eu só queria criar uma base mais sólida dentro de mim.

Voltando para as 17h daquela tarde de janeiro… Minha parceira e eu começamos a fazer amor. Ora eu ria, ora urrava feito um urso… Às vezes meu corpo inteiro se derretia. A coisa não parava. Minha cabeça tinha cada vez menos forças para localizar tempo e espaço. De repente, olhei para o lado e o relógio marcava 1h da manhã. Pensei: “está errado!”. Tinha uma viagem marcada às 3h30 da manhã para São Paulo. Levantei, olhei em volta, algo estranho acontecia. Meu corpo estava estranho. Aí eu peguei o telefone e disquei 130, serviço que, na época, informava a hora por telefone. A voz do outro lado da linha respondeu: “1h da manhã”.

Meu corpo parecia caminhar sozinho, tudo era diferente, havia uma leveza, uma suavidade.  Mas eu sentia que não era eu, não me reconhecia daquela maneira. Olhei para minha parceira e ela tinha um sorriso angelical, não falava nada, apenas me olhava. Tinha uma perplexidade e ao mesmo tempo um espanto. Fui pra debaixo do chuveiro e  passei as mãos no meu corpo e senti minha pele. Era uma delícia, uma verdadeira delícia. Parecia a seda mais fina, mais viscosa do planeta. E eu não conseguia parar de me acariciar. O cheiro do meu suor exalava pelo corpo e mais parecia um perfume dos deuses. Me arrumei, nos abraçamos num abraço infinito. E até hoje ele acontece num espaço que não conhecemos. Pegamos um táxi e fomos à rodoviária. Nos despedimos nos olhando, com uma inocência simplesmente contagiante, inexplicável. E tudo aquilo era lindo, mas extremamente perturbador. Eu podia estar parado ali “forever and ever” naquele olhar infinito.

Parece bonito? Você não sabe o quão lindo é, mas me aterrorizava. Entrei no ônibus e, ao sentar, tinha a sensação de estar a 15cm do banco. Passei a mão na bunda para ver se ela realmente tocava o assento. Nunca me sentei de uma forma tão ereta. Não existia nenhum esforço no meu corpo. Eu simplesmente era. Existia uma altivez, um olhar e essa viagem se desenvolveu assim. Cheguei em São Paulo, comprei coisas, fui a vários lugares, vendi pôsteres em lojas, funcionei o dia inteiro. Eu tinha marcado um encontro no Cato Querrim, um restaurante tradicional em São Paulo que servia uma bela sopa de capeletti.  Meu encontro era com uma pessoa a quem eu chamava de bruxo. Quando ele chegou e parou diante de mim, parece que minha mente finalmente voltou para mim. Passou um filme na minha cabeça enquanto eu o olhava. E esse mesmo cara, dois anos antes, me falou que transava e não ejaculava. Eu fazia brincadeiras com a cara dele. Dizia que o esperma sairia pelo nariz, pelo olhos, pelas orelhas… Olhem a minha ignorância... E que ironia do destino, não?

Tempos depois descobri que esse cara praticava o tantra da yoga. Por isso sei bem a diferença entre o tantra real e o tantra da mente. Na real, aprendi que era errado achar que minha mente, naquele dia, funcionou sem o meu controle. Ela funcionou no lugar certo…

Pretendo falar mais sobre essas viagens aqui. Tanto do seu desenvolvimento, quanto do porquê elas pararam. Afinal, existem razões que a existência nos provoca..